Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 24º

Ataque russo com drones deixa a cidade de Sumi sem água e luz

Um ataque russo com 'drones' deixou sem eletricidade e água a cidade de Sumi, localizada no nordeste da Ucrânia e perto da fronteira com a Rússia, na madrugada de hoje, disseram as autoridades locais.

Ataque russo com drones deixa a cidade de Sumi sem água e luz
Notícias ao Minuto

09:38 - 22/05/24 por Lusa

Mundo Ucrânia

"Como resultado do ataque inimigo, Sumi não está a receber eletricidade", declarou o chefe da administração militar da região de Sumi, Oleksi Drozdenko, na rede social Telegram.

A administração militar regional já tinha relatado previamente o impacto dos 'drones' disparados pela Rússia nas infraestruturas energéticas de duas cidades da região.

Segundo as autoridades municipais de Sumi, o fornecimento de eletricidade e água canalizada foi parcialmente restabelecido na cidade.

A própria câmara municipal também informou a interceção, durante a madrugada, na região de Sumi, de sete 'drones' iranianos Shahed lançados pela Rússia.

Segundo a força aérea ucraniana, as defesas antiaéreas ucranianas conseguiram destruir entre a noite de terça-feira e hoje 24 'drones' lançados pela Rússia contra Sumi e outras regiões do leste, sul e centro da Ucrânia.

Apesar de serem intercetados no ar, os fragmentos desses 'drones' por vezes atingem áreas residenciais ou infraestruturas, causando destruição e incêndios.

A Rússia ataca a Ucrânia quase todas as noites com 'drones' Shahed, um tipo de aparelho não tripulado desenvolvido pelo Irão, de custo relativamente baixo e capaz de atingir alvos a longas distâncias.

O setor elétrico ucraniano tem sido, desde março passado, um dos objetivos prioritários dos bombardeamentos russos sobre a Ucrânia, que teve boa parte da sua capacidade de produção de eletricidade destruída nos ataques massivos lançados pela Rússia contra as suas centrais energéticas.

A empresa pública ucraniana de eletricidade, Ukrenergo, alertou hoje os ucranianos que os cortes de energia, que começaram a ser aplicados para poupar eletricidade, podem aumentar nesse verão devido ao aumento do consumo devido ao calor.

Para mitigar o défice elétrico, a Ucrânia tem importado níveis recorde de eletricidade dos países vizinhos. A medida, porém, não é suficiente para continuar a oferecer o fornecimento ininterrupto à população, empresas e outros consumidores.

Leia Também: Pelo menos oito mortos em ataques russos no leste da Ucrânia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório