Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 22º

Morreu urso que foi sedado para ser retirado de penhasco na Cantábria

O animal foi anestesiado duas vezes nos últimos dias, depois de se refugiar numa rocha e ter ficado preso.

Morreu urso que foi sedado para ser retirado de penhasco na Cantábria
Notícias ao Minuto

15:54 - 16/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Espanha

Uma cria de urso que foi resgatada, na quarta-feira, no Parque Natural de Cabárceno, na província espanhola de Cantábria, morreu, esta quinta-feira, depois de não conseguir superar os efeitos da anestesia que lhe tinha sido administrada.

Foi a segunda vez em três dias que o animal teve de ser sedado para ser retirado da área de risco, avançou o governo da Cantábria em comunicado. 

O urso morreu no espaço de quarentena para o qual foi transportado após o seu resgate, onde iria permanecer a ser cuidado e controlado até à sua recuperação.

A cria tinha subido a uma falésia, altamente perigosa, depois de ter fugido dos ursos adultos que, durante a época de acasalamento, tendem a atacar os mais jovens. Assim, ficou preso numa rocha à beira de um precipício e em risco de vida.

As equipas de emergência foram acionadas e procederam à sedação do pequeno urso, conseguindo transportá-lo para uma zona segura.

A primeira sedação ocorreu três dias antes, no domingo, dia 12 de maio, pelos mesmos motivos.

“Quando os filhotes de urso têm 16 ou 17 meses e as mães deixam de cuidar deles, porque eles se deparam com a realidade da vida, com machos grandes e outra série de perigos, é muito comum que eles saiam das suas áreas", destacou o veterinário do Parque Natural de Cabárceno, Santiago Borragán, salientando que a cria não conseguiu superar duas anestesias num curto espaço de tempo.

Leia Também: "Homens ou ursos"... O que escolhe mulher sozinha no bosque? As respostas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório