Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 20º

Presidente da Eslováquia diz que ataque a Fico é "ataque à democracia"

A Presidente da Eslováquia Zuzana Caputova, uma rival política de Robert Fico, considerou hoje que a tentativa de assassínio do primeiro-ministro constitui "um ataque à democracia".

Presidente da Eslováquia diz que ataque a Fico é "ataque à democracia"
Notícias ao Minuto

16:49 - 15/05/24 por Lusa

Mundo Eslováquia

"Um ataque físico ao primeiro-ministro [Robert Fico] é, em primeiro lugar, um ataque a uma pessoa, mas é também um ataque à democracia. É inaceitável qualquer violência. A retórica do ódio a que assistimos na sociedade conduz a ações de ódio. Por favor, vamos terminar com isto", indicou numa declaração transmitida pela televisão.

Caputova acrescentou que o atirador foi detido, mas não forneceu mais detalhes.

O primeiro-ministro da Eslováquia ficou ferido num tiroteio em Handlova, a cerca de 150 quilómetros da capital do país, e foi levado para o hospital.

A estação de televisão TA3 informou que um suspeito foi detido, enquanto o vice-presidente do parlamento, Lubos Blaha, confirmou o ataque à agência noticiosa eslovaca TASR.

Blaha falava numa sessão do parlamento, cujo funcionamento está suspenso.

O tiroteio teve lugar em frente da Casa da Cultura local, onde o primeiro-ministro de 59 anos se encontrava para uma reunião do Governo. A polícia isolou o local.

Desde que chegou ao poder em 2023, Robert Fico pôs fim à ajuda militar de Bratislava à Ucrânia e apelou para conversações de paz entre Kiev e Moscovo, gerando críticas das autoridades ucranianas e dos seus aliados europeus.

Mais recentemente, no início de abril e numa mudança de tom em relação ao conflito ucraniano, defendeu uma solução pacífica que respeite a "integridade territorial" do país.

Leia Também: "Firme condenação". Scholz e Meloni condenam ataque a Fico

Recomendados para si

;
Campo obrigatório