Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 20º

Zelensky cancela visita a Portugal e Espanha

Volodymyr Zelensky deveria visitar Espanha na próxima sexta-feira, vindo de seguida a Portugal. Agora, pela segunda vez, terá cancelado a visita ao país.

Zelensky cancela visita a Portugal e Espanha
Notícias ao Minuto

19:50 - 14/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Ucrânia

O Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky cancelou a visita a Madrid marcada para sexta-feira, viagem que tinha também paragem prevista em Portugal, adiantaram hoje fontes da Casa Real espanhola à agência Efe.

O Palácio da Zarzuela não explicou os motivos do cancelamento da visita, que ia ser a primeira visita bilateral de Zelensky a Espanha e na qual estava previsto um encontro com o chefe do Governo, Pedro Sánchez, para assinar um acordo de segurança.

No entanto, a SIC Notícias e a CNN Portugal, que já tinham avançado a notícia, avançaram que em causa está a grave situação interna da Ucrânia neste momento.

O Notícias ao Minuto contactou o Ministério da Defesa, o gabinete do primeiro-ministro e da presidência, todos indicando não ter informações sobre a situação.

O ministro da Defesa Nacional, Nuno Melo, tinha confirmado hoje que a visita do Presidente da Ucrânia a Portugal estava "a ser preparada", sem adiantar mais pormenores sobre a data ou programa da deslocação.

A visita de Volodymyr Zelensky a Portugal tinha sido avançada na segunda-feira pela SIC, numa visita do chefe de Estado ucraniano que previa a assinatura de acordos bilaterais de segurança.

Já o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Rangel, tinha dito hoje, sem abordar a visita de Zelensky, que Portugal está a trabalhar no acordo de garantias de segurança com a Ucrânia.

O ministro falava em Madrid, ao lado do homólogo espanhol, José Manuel Albares, com quem hoje se reuniu.

Sobre o acordo com a Ucrânia, que já foi anunciado pelo governo anterior, em julho de 2023, após uma cimeira da NATO (a organização de Defesa de países europeus e da América do Norte), Rangel disse que "os serviços diplomáticos" continuam a trabalhar no documento "até haver uma versão final em condições de ser assinada", sem dar mais detalhes.

Está em causa um acordo bilateral de Portugal com a Ucrânia, em linha com outros que Kiev já assinou ou se prepara para assinar com outros países.

O objetivo é dar mais garantias de segurança à Ucrânia, com apoio militar e financeiro a longo prazo.

Rangel confirmou hoje que falou no domingo, numa "conversação até longa" com o homólogo ucraniano, Dmytro Kuleba, e reiterou que "o acordo está a avançar".

[Notícia atualizada às 23h44]

Leia Também: Visita de Zelensky a Portugal deve "contribuir para a solução da paz"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório