Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Polónia disposta a ajudar Kyiv a fazer regressar homens para combater

O Governo da Polónia anunciou que está pronto a ajudar Kyiv a fazer regressar à Ucrânia os homens expatriados em idade de combater, noticia hoje a Agence France-Presse (AFP).

Polónia disposta a ajudar Kyiv a fazer regressar homens para combater
Notícias ao Minuto

10:31 - 25/04/24 por Lusa

Mundo Polónia

Segundo aquela agência de notícias francesa, o ministro da Defesa polaco, Kosiniak-Kamysz, numa entrevista na quarta-feira à noite, adiantou que a Polónia já tinha manifestado disponibilidade para "ajudar a Ucrânia a garantir que as pessoas sujeitas ao serviço militar obrigatório fossem para a Ucrânia".

Na quarta-feira, o Governo ucraniano anunciou que vai deixar de emitir passaportes no estrangeiro para homens ucranianos com idade entre os 18 e os 60, numa tentativa de mobilizar mais soldados para lutar contra o exército russo.

O ministro ucraniano dos Negócios Estrangeiros, Dmytro Kouleba, aponta a AFP, considerou injusta a situação dos homens expatriados, quando os seus compatriotas estão a morrer na linha da frente.

"Não me surpreende nada que as autoridades ucranianas estejam a fazer tudo o que podem para enviar soldados para a frente", disse o ministro polaco Wladyslaw Kosiniak-Kamysz à televisão comercial Polsat, cita a AFP.

A AFP refere ainda que na quarta-feira, depois do anúncio de Kyiv, centenas de ucranianos aglomeraram-se à porta de um gabinete de passaportes fechado em Varsóvia.

Leia Também: Kyiv usa armas de longo alcance enviadas secretamente pelos EUA

Recomendados para si

;
Campo obrigatório