Meteorologia

  • 29 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 29º

Kyiv confirma ataque contra infraestruturas em território russo

A Ucrânia utilizou drones para atacar instalações energéticas na região russa de Smolensk, a cerca de 400 quilómetros da fronteira, disse à France Presse fonte da Defesa ucraniana.

Kyiv confirma ataque contra infraestruturas em território russo
Notícias ao Minuto

10:39 - 24/04/24 por Lusa

Mundo Guerra na Ucrânia

Os drones ucranianos atingiram "dois depósitos de petróleo" que "armazenavam 26 mil metros cúbicos de combustível" durante a operação organizada pelo Serviço de Segurança Ucraniano (SBU), disse a mesma fonte, que não foi identificada.

A ação da Ucrânia ocorre num contexto de tensões com Washington, que criticou publicamente os ataques de Kyiv contra instalações energéticas em território da Rússia.

Horas antes, o governador regional de Smolensk, Vasily Anokhin, afirmava que várias instalações energéticas na região tinham sido destruídas por incêndios provocados por ataques com 'drones' ucranianos.

"A nossa região foi mais uma vez alvo de ataques de 'drones' ucranianos", escreveu o governador nas redes sociais.

"Como resultado do ataque inimigo [Ucrânia] deflagraram incêndios", acrescentou o governador, sem fornecer mais pormenores sobre os locais afetados.

O ataque não causou vítimas, acrescentou o mesmo responsável local russo.

O Ministério das Situações de Emergência da Rússia enviou equipas de salvamento para o local.

Também hoje, outro ataque de 'drones' teve como alvo a zona económica especial na cidade de Lipetsk, também a cerca de 400 quilómetros da fronteira ucraniana, mas mais a sul, que alberga uma série de empresas metalúrgicas e farmacêuticas, disse o governador da região, Igor Artamonov.

"O regime criminoso de Kyiv tentou atacar as infra estruturas da zona industrial de Lipetsk", afirmou Artamonov. O governador não registou vítimas e garantiu que as zonas residenciais não estão ameaçadas.

Nos últimos meses, o exército ucraniano intensificou os ataques com drones em território russo, visando sobretudo instalações ligadas ao setor da energia.

Leia Também: Rússia acusa ucranianos de ataque com 'drones' na região de Smolensk

Recomendados para si

;
Campo obrigatório