Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 20º

Homem imola-se à porta do tribunal onde decorre julgamento de Trump

O indivíduo estaria na área designada para protestos.

Homem imola-se à porta do tribunal onde decorre julgamento de Trump
Notícias ao Minuto

18:52 - 19/04/24 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

Um homem imolou-se pelo fogo na área designada para protestos no exterior do tribunal de Nova Iorque, esta sexta-feira, onde o ex-presidente norte-americano, Donald Trump, está a ser julgado.

Repórteres da CNN no local disseram ter visto um homem envolto em chamas durante cerca de três minutos, segundo a agência Reuters.

Aquele meio reportou ainda que o homem atirou panfletos que, agora, estão a ser recolhidos pelas autoridades.

Pelo menos uma pessoa usou um extintor para tentar apagar o incêndio, enquanto um paramédico procurou prestar socorro ao homem.

Já a NBC News adiantou, citando autoridades, que o homem foi colocado numa ambulância, que o transportaria para uma unidade hospitalar.

O incidente ocorreu após a seleção de 12 pessoas (com mais seis alternativas) para integrar o júri do julgamento, abrindo caminho para o início dos procedimentos, na próxima semana.

Em causa estão pagamentos de 130 mil dólares (122.037 euros) que a empresa do ex-presidente fez ao seu então advogado pessoal, Michael Cohen. Este, por sua vez, entregou a quantia à estrela de filmes pornográficos 'Stormy' Daniels, em nome de Trump, para comprar o seu silêncio perante as alegações de que teria tido um encontro sexual com o magnata, a um mês da eleição presidencial de 2016.

O antigo presidente declarou-se inocente de 34 acusações de falsificação de registos comerciais apresentadas pelo procurador distrital de Manhattan, Alvin Bragg, tendo também negado ter mantido qualquer encontro com Daniels, cujo nome verdadeiro é Stephanie Clifford.

Trump também foi acusado criminalmente em Washington e na Georgia pela sua tentativa de reverter o resultado eleitoral de 2020, assim como na Florida, onde reteve ilegalmente documentos confidenciais depois de abandonar o cargo de chefe de Estado, em 2021.

Ainda assim, este é o único caso que deverá ir a julgamento antes das eleições de 5 de novembro, no qual o magnata pretende enfrentar o atual presidente, Joe Biden.

[Notícia atualizada às 19h19]

Leia Também: Dois jurados no julgamento de Trump foram dispensados. Júri está fechado

Recomendados para si

;
Campo obrigatório