Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 28º

Alemanha convoca embaixador russo após detenção de dois alegados espiões

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Alemanha convocou hoje o embaixador russo em Berlim, depois de as autoridades alemãs terem anunciado a detenção de dois alegados espiões ao serviço do regime russo.

Alemanha convoca embaixador russo após detenção de dois alegados espiões
Notícias ao Minuto

13:41 - 18/04/24 por Lusa

Mundo Alemanha

A chefe da diplomacia alemã, Annalena Baerbock, convocou o embaixador russo, para pedir explicações sobre o caso em que dois homens, que têm dupla nacionalidade alemã e russa, são suspeitos de planear atos de sabotagem contra o Exército norte-americano para apoiar o esforço de guerra russo contra a Ucrânia.

Os suspeitos foram detidos em Bayreuth, cidade da Baviera, no sudeste do país, informaram os serviços de combate ao terrorismo da Alemanha, num comunicado.

Identificado como Dieter S. e Alexander J, os dois homens são acusados de terem realizado prospeções de potenciais alvos para ataques, incluindo "instalações das forças armadas norte-americanas" estacionadas em solo alemão.

De acordo com o semanário Der Spiegel, a grande base bávara-americana de Grafenwohr - onde os soldados ucranianos são treinados no uso de tanques de combate americanos Abrams -- estava na mira destes suspeitos.

A ministra do Interior alemã, Nancy Faeser, elogiou o trabalho dos serviços de segurança que "evitou possíveis ataques explosivos que iriam atingir e minar a ajuda militar à Ucrânia".

O caso já está a ter consequências diplomáticas e a ministra dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, Annalena Baerbock, convocou o embaixador russo em Berlim.

A polícia também revistou as casas e locais de trabalho dos dois homens, na quarta-feira, que são suspeitos de "terem trabalhado para um serviço de informações estrangeiro" no que os procuradores também descrevem como um "caso particularmente grave" de espionagem.

O principal arguido, Dieter S., trocava informações com uma pessoa ligada aos serviços de informações russos desde outubro de 2023 tendo em vista possíveis atos de sabotagem em território alemão.

Dieter S. tinha sido contratado para "cometer ataques explosivos e ataques incendiários, principalmente contra infraestruturas militares e instalações industriais na Alemanha", de acordo com o comunicado das autoridades alemãs.

Alexander J. juntou-se a Dieter S. no final de março de 2024, segundo os investigadores.

Perante este caso, a ministra do Interior garantiu que a Alemanha não se deixará intimidar, acrescentando que o seu país, o maior fornecedor europeu de armas a Kyiv, continuará a "apoiar a Ucrânia".

O anúncio das detenções ocorre no dia em que o ministro da Economia, Robert Habeck, faz uma visita surpresa a Kyiv.

A Alemanha enfrentou vários casos de alegada espionagem em nome da Rússia desde a invasão da Ucrânia, no início de 2022.

Um antigo agente secreto alemão está atualmente a ser julgado em Berlim por transmitir informações confidenciais aos serviços de segurança russos (FSB) no outono de 2022, uma acusação que nega categoricamente.

Em novembro de 2022, um outro cidadão alemão foi condenado a pena suspensa por passar informações aos serviços de informações russos enquanto trabalhava como oficial da reserva do exército alemão.

Leia Também: Dois alegados espiões russos detidos na Alemanha

Recomendados para si

;
Campo obrigatório