Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
23º
MIN 12º MÁX 23º

UE discute novas sanções contra Irão, diz presidente da Comissão Europeia

A presidente da Comissão Europeia disse hoje que a União Europeia (UE) vai discutir novas sanções contra o Irão para conter os programas de drones e mísseis deste país, após Teerão ter usado estas armas no ataque de contra Israel.

UE discute novas sanções contra Irão, diz presidente da Comissão Europeia
Notícias ao Minuto

20:17 - 14/04/24 por Lusa

Mundo Von der Leyen

"Em estreita cooperação com os nossos parceiros, iremos refletir sobre sanções adicionais contra o Irão, visando em particular os seus programas de drones e mísseis", afirmou Von der Leyen num vídeo difundido na sua conta na rede social X, depois de ter participado na reunião por videoconferência com os líderes do G7.

O ataque iraniano de sábado à noite "corre o risco de provocar uma escalada regional incontrolável, que deve ser evitada", defendeu a presidente da Comissão Europeia (CE), apelando à "máxima contenção" tanto de Teerão como de Israel.

"Apelamos ao Irão e aos seus aliados para que cessem completamente os ataques", afirmou Von der Leyen.

A presidente da CE manifestou "solidariedade e apoio ao povo israelita" e reafirmou o "empenho inabalável" do G7 na segurança de Israel, comprometendo-se a "trabalhar para estabilizar a situação" no Médio Oriente.

"Debatemos igualmente a necessidade de pôr termo à crise de Gaza o mais rapidamente possível. Isto inclui um cessar-fogo imediato e a libertação imediata de todos os reféns do Hamas", acrescentou.

Von der Leyen apelou ainda ao "aumento da distribuição de ajuda humanitária aos palestinianos necessitados".

Os presidentes e os primeiros-ministros dos países da UE irão debater a situação no Médio Oriente de forma mais aprofundada durante a cimeira de líderes prevista para quinta-feira, 18 de abril, em Bruxelas, de acordo com o Presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, que também participou hoje na reunião do G7.

Numa declaração conjunta emitida após a reunião telemática, os líderes do G7 (Alemanha, Reino Unido, Itália, França, Estados Unidos, Japão, Canadá e UE) "condenaram veementemente" o ataque iraniano contra Israel, manifestaram o seu "apoio total" ao país e avisaram Teerão de que "tomarão novas medidas" se este prosseguir com as suas "iniciativas desestabilizadoras".

A UE também condenou os ataques de domingo e avisou tanto o Irão como Israel que uma nova escalada de tensão no Médio Oriente "não pode ser do interesse de ninguém", numa declaração assinada pelo chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, em nome de todos os países do bloco europeu.

O Médio Oriente vive um momento de tensão acrescida depois de o Irão ter lançado mais de 300 drones, mísseis e mísseis balísticos na noite passada, no primeiro ataque deste tipo a partir de solo iraniano contra Israel, estando ainda por ver a resposta de Telavive.

Leia Também: AO MINUTO: UE pede "máxima contenção"; "Declaração de guerra", diz Israel

Recomendados para si

;
Campo obrigatório