Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 22º

AO MINUTO: Irão "não teve escolha"; "Israel no direito de responder"

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a tensão no Médio Oriente, que escalou com um ataque do Irão a Israel.

AO MINUTO: Irão "não teve escolha"; "Israel no direito de responder"
Notícias ao Minuto

07:45 - 14/04/24 por Notícias ao Minuto

ao minuto Ao Minuto Mundo Ao minuto

Após semanas de tensão, o Irão atacou, no sábado, Israel com centenas de drones e mísseis. O ataque surge como retaliação ao bombardeamento do consulado iraniano em Damasco, a 1 de abril, no qual morreram sete membros da Guarda Revolucionária e seis cidadãos sírios.

Trata-se do primeiro ataque direto da República Islâmica do Irão contra o território de Israel, inimigo declarado.

Já hoje, Israel indicou que 99% dos mais de 300 'drones' e mísseis disparados pelo Irão foram intercetados. Ontem, o presidente norte-americano, Joe Biden, já tinha declarado que as forças dos Estados Unidos tinham ajudado a abater "quase todos" os 'drones' e mísseis disparados pelo Irão contra Israel.

Fim de cobertura

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

Terminamos aqui o nosso acompanhamento AO MINUTO da escalada do conflito no Médio Oriente provocada pelo ataque do Irão a Israel.

Libertada tripulação do navio com bandeira portuguesa capturado pelo Irão

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O embaixador do Irão em Portugal, Seyed Majid Tafreshi, anunciou que a tripulação do navio com bandeira portuguesa que foi apreendido pela Guarda Revolucionária iraniana já foi libertada.

"Estão livres", respondeu Tafreshi quando questionado sobre o paradeiro dos 25 tripulantes do MSC Aries. 

"Perguntei e disseram que não estão a ser controlados, nem interrogados", acrescentou.

Leia mais aqui.

Medvedev compara tensão no Médio Oriente com Ucrânia: "Qual a diferença?"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

Oex-presidente da Rússia e atual vice-presidente do Conselho de Segurança do país, Dmitry Medvedev, acusou este domingo os Estados Unidos de tentarem "convencer toda a gente a manter a calma" sobre a tensão no Médio Oriente, mas continuar a "investir" no conflito da Ucrânia por "não se importarem" com as vidas russas. 

"Do ponto de vista de Washington, qual é a diferença entre o que aconteceu no Médio Oriente e os acontecimentos na 'Ucrânia'?", começou por questionar numa publicação na rede social X.

Medvedev acrescentou que "Washington não quer uma grande guerra no Médio Oriente" e "está a tentar manter o equilíbrio regional", convencendo "toda a gente a manter a calma".

Leia mais aqui.

Irão invoca na ONU direito à autodefesa e alega que "não teve escolha"

Lusa | há 1 mês

O Irão "não teve outra escolha senão exercer o seu direito à autodefesa", declarou o embaixador iraniano nas Nações Unidas, Amir Saeid Jalil Iravani, num Conselho de Segurança convocado após o ataque de Teerão sem precedentes contra Israel.

Irão invoca na ONU direito à autodefesa e alega que

Irão invoca na ONU direito à autodefesa e alega que "não teve escolha"

O Irão "não teve outra escolha senão exercer o seu direito à autodefesa", declarou o embaixador iraniano nas Nações Unidas, Amir Saeid Jalil Iravani, num Conselho de Segurança convocado após o ataque de Teerão sem precedentes contra Israel.

Lusa | 23:28 - 14/04/2024

Israel diz na ONU que tem direito a represálias e pede sanções para Irão

Lusa | há 1 mês

O embaixador de Israel na ONU sublinhou hoje que o seu país tem o direito de retaliação, apesar dos apelos do secretário-geral e de todos os países para se desanuviar a escalada, e pediu sanções contra o Irão.

"Este ataque ultrapassou todas as linhas vermelhas e Israel reserva-se o direito legal de responder. Não somos o sapo na água a ferver: somos uma nação de leões", afirmou Gilad Erdan no seu discurso perante o Conselho de Segurança.

Israel diz na ONU que tem direito a represálias e pede sanções para Irão

Israel diz na ONU que tem direito a represálias e pede sanções para Irão

O embaixador de Israel na ONU sublinhou hoje que o seu país tem o direito de retaliação, apesar dos apelos do secretário-geral e de todos os países para se desanuviar a escalada, e pediu sanções contra o Irão.

Lusa | 23:23 - 14/04/2024

EUA pede ao Conselho de Segurança da ONU que condene ataque do Irão

Lusa | há 1 mês

O representante adjunto dos Estados Unidos na ONU evocou hoje perante o Conselho de Segurança das Nações Unidas a necessidade de condenar o ataque do Irão contra Israel, sublinhando o interesse do seu país em reduzir a tensão na região.

"Nos próximos dias [...] os Estados Unidos vão explorar medidas adicionais para responsabilizar o Irão aqui nas Nações Unidas. De imediato, o Conselho de Segurança deve condenar inequivocamente as ações agressivas do Irão e instar o país e os seus parceiros e aliados a cessarem o seu incumprimento", afirmou Robert Wood durante o seu discurso na reunião de emergência do Conselho de Segurança realizada hoje a pedido de Israel.

França reforça segurança em escolas judaicas e locais de culto

Lusa | há 1 mês

O Ministro do Interior francês pediu hoje aos presidentes de câmara para que reforçassem a segurança nos locais de culto e nas escolas religiosas judaicas, na sequência do ataque do Irão a Israel e antes das celebrações do Pessach judaico.

França reforça segurança em escolas judaicas e locais de culto

França reforça segurança em escolas judaicas e locais de culto

O Ministro do Interior francês pediu hoje aos presidentes de câmara para que reforçassem a segurança nos locais de culto e nas escolas religiosas judaicas, na sequência do ataque do Irão a Israel e antes das celebrações do Pessach judaico.

Lusa | 22:56 - 14/04/2024

Administração de Biden nega ter sido avisada sobre ataque do Irão

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

A administração de Joe Biden negou, este domingo, que os Estados Unidos tenham sido avisados atempadamente sobre o ataque do Irão contra Israel.

"Isso não é absolutamente verdade", disse um alto funcionário norte-americano, citado pela Sky News. "Não houve qualquer notificação, nem qualquer sentido de 'estes serão os alvos, por isso retirem-nos", acrescentou.

Em causa está o facto de as autoridades turcas, jordanas e iraquianas terem afirmado que o Irão avisou os Estados Unidos 72 horas antes do ataque, o que ajudou a minimizar os danos.

No entanto, segundo o funcionário norte-americano, Teerão só enviou uma mensagem aos Estados Unidos depois de os ataques terem começado. "Recebemos uma mensagem dos iranianos quando o ataque estava a decorrer", garantiu.

Irão está "mais perto do que nunca" de bomba nuclear

Lusa | há 1 mês

O embaixador de Israel na ONU alertou hoje que o Irão "está mais perto do que nunca da bomba nuclear", apelando a medidas urgentes para travar o país e citando o ataque a Israel como exemplo do comportamento iraniano perigoso.

"O Irão está mais perto do que nunca de uma bomba nuclear. Imaginem o que aconteceria se estes drones ou mísseis transportassem ogivas nucleares. Já chega [...] O Irão tem de ser travado", afirmou Gilad Erdan numa mensagem publicada na sua conta X, antigo Twitter.

 

Governo cabo-verdiano condena ataque do Irão a Israel

Lusa | há 1 mês

O Governo cabo-verdiano condenou hoje "veementemente" o ataque do Irão a Israel, anunciou numa publicação na Internet.

"O Governo de Cabo Verde acompanha com preocupação a situação de conflito no Médio Oriente e condena veementemente o ataque do Irão a Israel", referiu numa mensagem em que apela à "contenção", para "evitar uma indesejável escalada de violência naquela região".

O Presidente cabo-verdiano, José Maria Neves, publicou também uma mensagem na Internet, durante a noite de sábado, referindo que "o mundo está a ficar todos os dias mais complexo e mais difícil". 

MNE egípcio pede calma aos homólogos iraniano e israelita

Lusa | há 1 mês

O ministro egípcio dos Negócios Estrangeiros, Sameh Shukri, chamou hoje os homólogos iraniano e israelita para lhes pedir que exerçam "o mais alto nível de autocontenção" para evitar uma escalada da violência, depois do ataque do Irão contra Israel.

Forças de Defesa de Israel intercetam "objeto suspeito"

Lusa | há 1 mês

As Forças de Defesa de Israel disseram hoje que detetaram e intercetaram um "objeto suspeito" que chegou ao espaço aéreo israelita vindo do Mar Vermelho.

"Um navio de mísseis da marinha intercetou com sucesso o objeto usando o sistema Naval Dome", disse o exército israelita num comunicado no seu 'site'.

"O alvo estava a ser monitorizado pelas forças das FDI [Forças de Defesa de Israel]. Não representava uma ameaça e nenhum aviso foi ativado de acordo com a política. Não houve vítimas ou danos", concluiu.

UE discute novas sanções contra Irão, diz presidente da Comissão Europeia

Lusa | há 1 mês

A presidente da Comissão Europeia disse hoje que a União Europeia (UE) vai discutir novas sanções contra o Irão para conter os programas de drones e mísseis deste país, após Teerão ter usado estas armas no ataque de contra Israel.

Menina de 7 anos ferida em ataque do Irão encontra-se em "perigo de vida"

Notícias ao Minuto | há 1 mês

A criança - que inicialmente se avançou tratar-se de um menino de 10 anos - ficou ferida quando os estilhaços de um míssil balístico intercetado pela defesa aérea israelita caíram sobre a sua casa.

Menina de 7 anos ferida em ataque do Irão encontra-se em

Menina de 7 anos ferida em ataque do Irão encontra-se em "perigo de vida"

A criança - que inicialmente se avançou tratar-se de um menino de 10 anos - ficou ferida quando os estilhaços de um míssil balístico intercetado pela defesa aérea israelita caíram sobre a sua casa.

Notícias ao Minuto com Lusa | 20:01 - 14/04/2024

G7 avalia designar Guarda Revolucionária Iraniana como grupo terrorista

Lusa | há 1 mês

Alguns membros do G7 estão a considerar designar a Guarda Revolucionária Iraniana como um grupo terrorista em resposta ao ataque do Irão a Israel no sábado à noite, disse hoje um alto funcionário dos EUA aos jornalistas.

De acordo com a fonte, citada pela agência EFE, durante a reunião de hoje, os líderes do G7 -- o grupo dos países mais ricos - discutiram a designação da Guarda Revolucionária Iraniana como um grupo terrorista e também discutiram a possibilidade de impor mais sanções a Teerão.

Estas questões, de acordo com o funcionário, foram discutidas durante a reunião "com algum pormenor", mas não especificou que países estão a considerar avançar com a medida.

G7 avisa Irão que tomará novas medidas se país continuar ataques a Israel

Lusa | há 1 mês

Os países do G7 "condenaram veementemente" o ataque iraniano a Israel e advertiram o Irão de que "tomarão novas medidas" se este continuar com "iniciativas desestabilizadoras" no Médio Oriente, após uma reunião por videoconferência.

Numa declaração conjunta, os dirigentes da Itália, Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos, Japão, Alemanha e Canadá, para além dos da União Europeia (UE), afirmaram que, "com as suas ações, o Irão deu mais um passo no sentido da desestabilização da região e arrisca-se a provocar uma escalada regional incontrolável".

"Esta situação deve ser evitada", defenderam, no final da reunião presidida pela primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni.

G7 avisa Irão que tomará novas medidas se país continuar ataques a Israel

G7 avisa Irão que tomará novas medidas se país continuar ataques a Israel

Os países do G7 "condenaram veementemente" o ataque iraniano a Israel e advertiram o Irão de que "tomarão novas medidas" se este continuar com "iniciativas desestabilizadoras" no Médio Oriente, após uma reunião por videoconferência.

Lusa | 18:35 - 14/04/2024

Exército israelita mantém restrições de segurança até segunda-feira

Lusa | há 1 mês

O Exército israelita afirmou hoje que as restrições de segurança impostas face ao ataque iraniano a Israel na noite de sábado vão continuar em vigor até segunda-feira, às 23h00.

A política defensiva "mantém-se sem mudanças até segunda-feira, às 23h00", afirmou o Exército israelita, num comunicado oficial.

Desde sábado que estão proibidas em Israel atividades educativas, incluindo as realizadas ao ar livre, e a concentração de mais de 1.000 pessoas em qualquer tipo de evento.

G7 condena unanimemente "ataque sem precedentes do Irão contra Israel"

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, afirmou este domingo que os líderes do G7 "condenaram por unanimidade o ataque sem precedentes do Irão contra Israel".

"Juntamente com os líderes do G7, condenamos unanimemente o ataque sem precedentes do Irão a Israel. Todas as partes devem dar provas de contenção. Continuaremos todos os nossos esforços no sentido da desescalada. Acabar com a crise em Gaza o mais rapidamente possível, nomeadamente através de um cessar-fogo imediato, fará a diferença", acrescentou o responsável europeu na rede social X. 

União Europeia apela à "máxima contenção" dos envolvidos no conflito

Lusa | há 1 mês

A União Europeia afirmou hoje que uma nova escalada de tensão no Médio Oriente "é do interesse de ninguém" e instou as partes envolvidas no conflito, Israel e Irão, a "agirem com a máxima contenção" depois de ataque iraniano.

"Apelamos a todas as partes para agirem com a máxima contenção", afirmou o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, numa declaração escrita em nome da União Europeia.

No curto comunicado, é referido que a União Europeia condena os ataques iranianos com recurso a 'drones' (aeronaves não tripuladas) e mísseis contra Israel, classificando-a como um escalar "sem precedentes" das tensões e uma ameaça "à segurança regional".

Ministros untranacionalistas querem resposta forte contra o Irão

Lusa | há 1 mês

Vários ministros israelitas apelaram hoje a uma resposta firme ao ataque iraniano de sábado à noite, que dois ministros da coligação governamental, radicais e ultranacionalistas, consideram ser uma oportunidade para "moldar o Médio Oriente", noticiou a EFE.

O ministro das Finanças, Bezalel Smotrich, declarou hoje, num discurso gravado na rede social X, que "os olhos de todo o Médio Oriente e de todo o mundo" estão a olhar para Israel e apelou a que se aproveitasse a ocasião para formular uma resposta que "ressoe em todo o Médio Oriente durante as gerações vindouras".

"Se o ignorarmos, Deus nos livre, colocar-nos-emos a nós próprios e aos nossos filhos numa ameaça existencial imediata", argumentou Smotrich, após o ataque iraniano de sábado com cerca de 300 drones e mísseis.

Presidente de Israel fala em "declaração de guerra" do Irão

Márcia Guímaro Rodrigues | há 1 mês

O presidente de Israel, Isaac Herzog, afirmou este domingo que os ataques do Irão durante a madrugada foram uma "declaração de guerra" de um país onde "existe um império do mal".

"Existe um império do mal em Teerão, que tem os seus representantes, liderados por toda a região e com células em todo o mundo", afirmou, em declarações à Sky News. "Estão a gastar milhares de milhões de dólares apenas para minar a estabilidade na região".

"Fomos atacados ontem à noite a partir dos quatro cantos do Médio Oriente, com 'proxies' a disparar contra nós, mísseis e mísseis balísticos, além de drones e mísseis de cruzeiro", acrescentou, frisando que "isto é como uma guerra a sério", uma "declaração de guerra".

Herzog defendeu ainda que "a última coisa que Israel procura nesta região, desde a sua criação, é entrar em guerra" e "procura a paz".

"Infelizmente, tudo começou no dia 7 de outubro, quando outro representante do Irão, o Hamas, levou a cabo um massacre inacreditavelmente brutal contra cidadãos israelitas e o resto é história", lamentou.

Síria considera ataque do Irão um exercício "legítimo" de autodefesa

Lusa | há 1 mês

O governo sírio manifestou hoje o seu apoio a Teerão, após o ataque iraniano na noite de sábado contra Israel, considerando que aquela ação militar representa "um direito legítimo de autodefesa".

"O que a República Islâmica do Irão fez foi responder de maneira apropriada à entidade sionista [Israel]", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros sírio, Faisal Mekdad, citado pela agência oficial Sana, durante uma conversa telefónica com o seu homólogo iraniano Hossein Amir-Abdollahian.

O responsável considerou que a resposta iraniana enquadra-se num "direito legítimo de autodefesa".

Síria considera ataque do Irão um exercício

Síria considera ataque do Irão um exercício "legítimo" de autodefesa

O Governo sírio manifestou hoje o seu apoio a Teerão, após o ataque iraniano na noite de sábado contra Israel, considerando que aquela ação militar representa "um direito legítimo de autodefesa".

Lusa | 16:02 - 14/04/2024

Portugal vai manter reserva sobre diligências em relação a navio apreendi

Lusa | há 1 mês

Portugal vai continuar a "desenvolver todas as diligências previstas e adequadas" relativamente ao navio com pavilhão português capturado pelas autoridades iranianas, mas, dada a sensibilidade da situação, irá "manter reserva", disse hoje fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O embaixador de Portugal em Teerão reuniu-se hoje de manhã (10h30, hora de Lisboa) com o chefe da diplomacia do Irão, para obter esclarecimentos sobre a captura do navio com pavilhão português no Estreito de Ormuz.

Na sequência desse encontro, fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) disse à Lusa que "o Governo continua a desenvolver todas as diligências previstas e adequadas".

EUA não querem escalada nem "guerra alargada" no Médio Oriente

Lusa | há 1 mês

Os Estados Unidos da América não querem uma escalada nem uma "guerra alargada" no Médio Oriente, disse hoje o porta-voz do conselho de segurança da Casa Branca, após o ataque do Irão contra Israel de sábado.

"Não procuramos uma escalada, não procuramos uma guerra alargada na região", disse John Kirby em entrevista ao canal de televisão norte-americano NBC.

EUA não querem escalada nem

EUA não querem escalada nem "guerra alargada" no Médio Oriente

Os Estados Unidos da América não querem uma escalada nem uma "guerra alargada" no Médio Oriente, disse hoje o porta-voz do conselho de segurança da Casa Branca, após o ataque do Irão contra Israel de sábado.

Lusa | 15:31 - 14/04/2024

"Preocupação" e apelos. Vários países condenam ataque do Irão

Lusa | há 1 mês

O ataque sem precedentes levado a cabo pelo Irão contra Israel na noite de sábado e madrugada de hoje suscitou fortes condenações em todo o mundo e apelos à contenção. O ataque será objeto ainda hoje de uma reunião de emergência do Conselho de Segurança e de uma convocação do G7.

Leia aqui mais reações internacionais aos ataques.

Irão avisa que atacará bases dos EUA usadas para "apoiar" Israel

Lusa | há 1 mês

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão avisou hoje os Estados Unidos de que Teerão atacará "inevitavelmente" as bases militares norte-americanas no Médio Oriente se estas forem usadas para "defender e apoiar" Israel, avança a Efe.

Segundo aquela agência de notícias espanhola, que cita a congénere iraniana, a agência ISNA, Hosein Amir Abdolahian alertou que "se o espaço aéreo ou o território dos países referidos forem utilizados pelos EUA para defender e apoiar o regime de Telavive, a base americana nesse país será inevitavelmente atacada".

O chefe da diplomacia do Irão deu por concluída a resposta de Teerão ao ataque contra o consulado iraniano em Damasco, a 01 de abril, que o governo do seu país atribuiu a Israel, e que matou seis sírios e sete membros da Guarda Revolucionária Iraniana, incluindo dois generais.

Biden disse a Netanyahu que EUA não vão participar em contra-ataque

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Joe Biden disse a Benjamin Netanyahu que os Estados Unidos não participariam em qualquer contra-ataque israelita contra o Irão. A informação é avançada pela imprensa norte-americana, que cita altos funcionários.

As mesmas fontes norte-americanas disseram ainda que Biden informou o primeiro-ministro israelita de que uma resposta ao ataque era desnecessária.

EUA não participarão em eventual resposta israelita contra o Irão

EUA não participarão em eventual resposta israelita contra o Irão

Os Estados Unidos não participarão em qualquer ação de retaliação israelita contra o Irão, garantiu um alto responsável norte-americano.

Lusa | 19:16 - 14/04/2024

 

Israel tem de ser "violento" em resposta ao ataque do Irão

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O ministro israelita da Segurança Nacional, o ultranacionalista Itamar Ben Gvir, afirmou, este domingo, que Israel tem de ser "violento" em resposta ao ataque do Irão.

O governante, que é membro do gabinete de guerra, afirmou que Israel "não deve ser cobarde", segundo cita a Sky News.

"Para estabelecer a dissuasão no Médio Oriente, é preciso mostrar-lhes que se enlouqueceram e perderam completamente a cabeça", atirou.

De notar que o gabinete de guerra israelita já está reunido, tal como estava previsto. 

Reunião extraordinária dos ministros dos NE da UE na terça-feira

Lusa | há 1 mês

Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos países da União Europeia (UE) vão reunir-se esta terça-feira, de forma extraordinária e por videoconferência, para analisar a situação no Médio Oriente, após o ataque que o Irão lançou no sábado contra Israel.

A reunião extraordinária é convocada pelo Alto Representante da UE para os Negócios Estrangeiros, Josep Borrell, que hoje anunciou que a reunião terá como objetivo "contribuir para a desescalada e a segurança na região", como escreveu na rede social X (antigo Twitter).

Essa reunião servirá para analisar a situação no Médio Oriente, na sequência do ataque que o Irão lançou no sábado contra Israel, em resposta ao bombardeamento israelita da embaixada iraniana em Damasco.
  

Zelensky apela a resposta global unida ao "terror" do Irão e da Rússia

Lusa | há 1 mês

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou hoje a uma resposta global "firme e unida" ao "terror" provocado pelo Irão e pela Rússia, condenando o ataque de sábado à noite de Teerão a Israel.

"As ações do Irão ameaçaram toda a região e o mundo, tal como as da Rússia ameaçaram um conflito mais vasto. A colaboração óbvia entre os dois regimes para espalhar o terror deve ser enfrentada com uma resposta firme e unida do mundo", escreveu, apelando a que tudo seja feito para evitar uma escalada no Médio Oriente.

Zelensky apela a resposta global unida ao

Zelensky apela a resposta global unida ao "terror" do Irão e da Rússia

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou hoje a uma resposta global "firme e unida" ao "terror" provocado pelo Irão e pela Rússia, condenando o ataque de sábado à noite de Teerão a Israel.

Lusa | 14:08 - 14/04/2024

Ataque do Irão? "Estado português está obrigado a ser construtor da Paz"

Lusa | há 1 mês

O secretário-geral do PCP, Paulo Raimundo, condenou hoje o ataque do Irão a Israel no sábado à noite e defendeu que o Estado português "está obrigado a ser um construtor da Paz" em respeito da Constituição da República.

Ataque do Irão?

Ataque do Irão? "Estado português está obrigado a ser construtor da Paz"

O secretário-geral do PCP, Paulo Raimundo, condenou hoje o ataque do Irão a Israel no sábado à noite e defendeu que o Estado português "está obrigado a ser um construtor da Paz" em respeito da Constituição da República.

Lusa | 14:16 - 14/04/2024

Turquia apela ao Irão para que evite uma "nova escalada"

Lusa | há 1 mês

A Turquia apelou hoje a Teerão para que evite uma "nova escalada" de violência na região, depois do ataque iraniano contra Israel lançado na noite de sábado, afirmou fonte da diplomacia turca.

"O ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Hakan Fidan, teve hoje uma conversa telefónica com o seu homólogo iraniano [...] e disse que não queremos uma nova escalada na região", afirmou à agência de notícias francesa France-Presse uma fonte da diplomacia da Turquia.

Segundo a mesma fonte, o chefe da diplomacia iraniana, Hossein Amir-Abdollahian, afirmou que "a operação de retaliação contra Israel terminou", mas que Teerão mantinha o direito de agir "com mais firmeza", em caso de uma resposta por parte de Telavive.


  

Alemanha considera que Irão colocou Médio Oriente "à beira do precipício"

Lusa | há 1 mês

A ministra dos Negócios Estrangeiros da Alemanha acusou hoje o Irão de colocar "conscientemente" o Médio Oriente "à beira do precipício", ao disparar centenas de foguetes, drones e mísseis contra Israel.

Annalena Baerbock, que fazia uma intervenção em Frankfurt, disse que o regime iraniano "quase mergulhou uma região inteira no caos", pelo que apelou a "todos os atores da região para agirem com cautela", porque "a espiral de escalada deve ser quebrada".


  

França recomenda aos seus cidadãos que abandonem Irão

Lusa | há 1 mês

O Governo francês recomendou hoje aos seus cidadãos que abandonem o Irão devido à escalada militar do conflito deste país com Israel, anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros francês.

"Devido ao novo nível atingido durante a noite pelo Irão e ao risco de uma escalada militar, a Embaixada de França recomenda aos franceses residentes no Irão que têm a possibilidade, em função da retoma do tráfego aéreo internacional, que abandonem temporariamente o país", refere o ministério em comunicado.

Além disso, "pede-se-lhes que sejam extremamente prudentes nas suas deslocações, que evitem as multidões no país e que se mantenham informados sobre a situação", continua-se no texto.

Rishi Sunak confirma que aviões britânicos abateram drones iranianos

Lusa | há 1 mês

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, confirmou hoje que os aviões da Força Aérea do Reino Unido posicionados no Médio Oriente abateram "vários" drones iranianos durante o ataque do Irão contra Israel na noite de sábado.

Rishi Sunak confirma que aviões britânicos abateram drones iranianos

Rishi Sunak confirma que aviões britânicos abateram drones iranianos

O Primeiro-Ministro britânico, Rishi Sunak, confirmou hoje que os aviões da Força Aérea do Reino Unido posicionados no Médio Oriente abateram "vários" drones iranianos durante o ataque do Irão contra Israel na noite de sábado.

Lusa | 14:05 - 14/04/2024

Comunidade Israelita diz que Portugal deve "reforçar" apoio a Israel

Lusa | há 1 mês

A Comunidade Israelita de Lisboa saudou hoje a condenação pelo Governo do ataque do Irão a Israel e apelou ao Parlamento para a acompanhar, considerando que Portugal deve manter e até reforçar o apoio a Israel.

"A direção da Comunidade Israelita de Lisboa saúda a posição ontem expressamente assumida pelo primeiro-ministro de Portugal de condenar veementemente o ataque do Irão a Israel e de apelar à contenção, em ordem a evitar uma escalada da violência", lê-se no comunicado hoje divulgado, que "exorta o Parlamento português a adotar a mesma posição".

Comunidade Israelita diz que Portugal deve

Comunidade Israelita diz que Portugal deve "reforçar" apoio a Israel

A Comunidade Israelita de Lisboa saudou hoje a condenação pelo Governo do ataque do Irão a Israel e apelou ao Parlamento para a acompanhar, considerando que Portugal deve manter e até reforçar o apoio a Israel.

Lusa | 12:53 - 14/04/2024

Pedro Nuno condena "violentos ataques desencadeados pelo Irão"

Carmen Guilherme | há 1 mês

O secretário-geral do Partido Socialista (PS), Pedro Nuno Santos, condenou, este domingo, os "violentos ataques desencadeados pelo Irão" contra Israel. 

"Os violentos ataques desencadeados pelo Irão na passada noite, dirigidos a inúmeros alvos em Israel, merecem uma condenação sem reservas", escreveu Pedro Nuno Santos, numa publicação divulgada na rede social X (antigo Twitter). 

O socialista defende ainda que é "fundamental que a comunidade internacional mobilize todos os meios diplomáticos para travar a escalada do conflito".

"A paz na região não se construirá através de escaladas desproporcionais dirigidas contra alvos civis, sendo fundamental que a comunidade internacional mobilize todos os meios diplomáticos para travar a escalada do conflito, de forma a poupar vidas inocentes e a garantir o não alastramento de hostilidades", acrescentou.

Irão convoca embaixadores do Reino Unido, França e Alemanha

Inês Frade Freire | há 1 mês

O Irão convocou, separadamente, o embaixador britânico Simon Shercliff, o embaixador alemão Hans-Udo Muzel e o embaixador francês Nicolas Roche ao Ministério das Relações Exteriores no domingo.

"República Islâmica do Irão, ao mesmo tempo que reafirma a sua adesão aos princípios e objectivos da Carta das Nações Unidas, bem como direito internacional, está determinado a defender resolutamente a sua soberania, integridade territorial e interesses nacionais contra qualquer uso ilegal da força", referiu, condenando a duplicidade de critérios dos três países europeus em relação ao ataque do regime israelita aos locais diplomáticos do Irão, citado pela agência de notícias iraniana MEHR.

Em causa está o embaixador britânico Simon Shercliff, o embaixador alemão Hans-Udo Muzel e o embaixador francês, Nicolas Roche.

Israel. Irão convoca embaixadores do Reino Unido, Alemanha e França

Israel. Irão convoca embaixadores do Reino Unido, Alemanha e França

O Ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano afirmou hoje que convocou os embaixadores do Reino Unido, França e Alemanha, para protestar contra as reações das autoridades daqueles países após o ataque do Irão contra Israel.

Lusa | 13:11 - 14/04/2024

 

NATO "condena a escalada do Irão" e pede contenção

Lusa | há 1 mês

A NATO "condena a escalada do Irão", que no sábado realizou um ataque sem precedentes contra Israel, e "pede contenção" para que "o conflito no Médio Oriente não se torne incontrolável", disse hoje um porta-voz da Aliança Atlântica.

"Condenamos a escalada do Irão durante a noite, apelamos à contenção e monitorizamos de perto os desenvolvimentos. É essencial que o conflito no Médio Oriente não saia do controlo", afirmou o porta-voz da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), Farah Dakhlallah, num comunicado.

NATO

NATO "condena a escalada do Irão" e pede contenção

A NATO "condena a escalada do Irão", que no sábado realizou um ataque sem precedentes contra Israel, e "pede contenção" para que "o conflito no Médio Oriente não se torne incontrolável", disse hoje um porta-voz da Aliança Atlântica.

Lusa | 12:20 - 14/04/2024

Presidente do Irão promete medidas "mais duras" caso Israel responda

Lusa | há 1 mês

O presidente do Irão afirmou hoje que o ataque lançado no sábado contra Israel foi "uma lição contra o inimigo sionista", avisando Telavive que qualquer "nova aventura" irá contar com uma resposta "ainda mais dura" de Teerão.

Num comunicado publicado na sua página de internet, Ebrahim Raisi, realçou que o ataque foi "uma ação militar decisiva", apesar de o Exército israelita ter afirmado que a grande maioria dos 'drones', mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos lançados por Teerão foram intercetados.

Presidente do Irão promete medidas

Presidente do Irão promete medidas "mais duras" caso Israel responda

O presidente do Irão afirmou hoje que o ataque lançado no sábado contra Israel foi "uma lição contra o inimigo sionista", avisando Telavive que qualquer "nova aventura" irá contar com uma resposta "ainda mais dura" de Teerão.

Lusa | 11:50 - 14/04/2024

Papa pede que se evitem ações que possam alimentar "espiral de violência"

Inês Frade Freire | há 1 mês

O Papa Francisco pediu, este domingo, ao Irão e a Israel que evitem ações que possam alimentar "uma espiral de violência" que pode arrastar o Oriente Médio ainda mais para o conflito.

"Chega de guerra, chega de ataques, chega de violência. Sim ao diálogo, sim à paz", declarou o pontífice, após a sua tradicional oração dominical na Praça de São Pedro, no Vaticano.

E continuou: "Faço um apelo urgente ao fim de qualquer ação que possa alimentar uma espiral de violência que corre o risco de arrastar o Médio Oriente para um conflito ainda maior".

Papa lança apelo para evitar

Papa lança apelo para evitar "conflito ainda maior" no Médio Oriente

O Papa Francisco lançou hoje um "apelo urgente" para evitar "uma espiral de violência com o risco de arrastar o Médio Oriente para um conflito ainda maior".

Lusa | 12:47 - 14/04/2024

Presidente da República convoca Conselho Superior de Defesa Nacional

Carmen Guilherme | há 1 mês

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, convocou uma reunião do Conselho Superior de Defesa Nacional para a próxima terça-feira.

"Tendo em conta a situação atual e possíveis desenvolvimentos, o Presidente da República decidiu convocar uma reunião do Conselho Superior de Defesa Nacional para terça-feira, 16 de abril, pelas 18h00, no Palácio de Belém", lê-se numa nota divulgada pelo site da Presidência.

Presidente da República convoca Conselho Superior de Defesa Nacional

Presidente da República convoca Conselho Superior de Defesa Nacional

Informação foi divulgada no site da Presidência da República.

Notícias ao Minuto | 11:34 - 14/04/2024

 

Israel? "Tudo" pronto para eventual evacuação. Portugueses saem do Irão

Notícias ao Minuto | há 1 mês

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas garantiu hoje que "está tudo preparado se for preciso" retirar portugueses expatriados de Israel e revelou ainda que há 47 a sair do Irão.

Israel?

Israel? "Tudo" pronto para eventual evacuação. Portugueses saem do Irão

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas garantiu hoje que "está tudo preparado se for preciso" retirar portugueses expatriados de Israel e revelou ainda que há 47 a sair do Irão.

Notícias ao Minuto com Lusa | 12:08 - 14/04/2024

 

Von der Leyen e Michel pedem que se evite "nova escalada" ainda maior

Lusa | há 1 mês

Os líderes da Comissão Europeia e do Conselho Europeu pediram hoje que se evite uma "nova escalada" no Médio Oriente depois dos ataques que o Irão lançou sábado à noite contra Israel, ofensiva que ambos condenaram.

Numa mensagem nas redes sociais, a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, apelou ao Irão e aos seus aliados para "cessarem imediatamente estes ataques" e apelou a "todos os intervenientes" para se "absterem de novas escaladas e trabalharem para restaurar a estabilidade na região".

 
Israel disse ter intercetado 25 dos cerca de 30 mísseis de cruzeiro e quase todos "mais de 120" mísseis balísticos", bem como os 70 'drones' (aeronaves não tripuladas), em ataques que deixaram uma pessoa gravemente ferida em Israel e outras oito com ferimentos leves.

Por seu lado, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, também numa mensagem publicada na rede social X (ex-Twitter), pediu para que se façam "todos os possíveis para evitar uma nova escalada regional" no Médio Oriente e "mais derramamento de sangue", segundo afirmou numa mensagem também publicada através da rede social X.

Caos", "risco". As reações internacionais ao ataque do Irão a Israel

Lusa | há 1 mês

O ataque sem precedentes levado a cabo pelo Irão contra Israel na noite de sábado e madrugada de hoje suscitou fortes condenações em todo o mundo e apelos à contenção. Fique a par de todas as reações na ligação abaixo:

"Caos", "risco". As reações internacionais ao ataque do Irão a Israel

O ataque sem precedentes levado a cabo pelo Irão contra Israel na noite de sábado e madrugada de hoje suscitou fortes condenações em todo o mundo e apelos à contenção.

Lusa | 10:30 - 14/04/2024

Hamas considera ataque iraniano um "direito natural e resposta merecida"

Lusa | há 1 mês

O movimento islâmico Hamas considerou hoje a resposta iraniana, com mais de 300 'drones', mísseis balísticos e de cruzeiro lançados sábado contra Israel, como "um direito natural e uma resposta merecida".

Hamas considera ataque iraniano um

Hamas considera ataque iraniano um "direito natural e resposta merecida"

O movimento islâmico Hamas considerou hoje a resposta iraniana, com mais de 300 'drones', mísseis balísticos e de cruzeiro lançados sábado contra Israel, como "um direito natural e uma resposta merecida".

Lusa | 10:27 - 14/04/2024

Jordânia intercetou engenhos voadores em ataque do Irão contra Israel

Lusa | há 1 mês

O Governo da Jordânia anunciou hoje ter intercetado "engenhos voadores" que penetraram no seu espaço aéreo durante o ataque com drones e mísseis lançado pelo Irão contra Israel na noite passada.

Em comunicado, o Governo avisou ainda que o Exército do reino árabe "irá confrontar (...) tudo o que exponha a segurança da nação, dos seus cidadãos e do seu espaço aéreo e território a qualquer perigo ou transgressão por qualquer das partes, com todas as capacidades disponíveis".

Ataque "alcançou todos os seus objetivos", dizem forças armadas iranianas

Lusa | há 1 mês

O chefe das forças armadas iranianas disse hoje que o ataque realizado durante a noite contra Israel "alcançou todos os seus objetivos".

"A Operação Honest Promise foi realizada com sucesso entre ontem (sábado) à noite e esta manhã, e alcançou todos os seus objetivos", declarou o general Mohammad Bagheri na televisão, especificando que nenhum centro urbano ou económico foi alvo de 'drones' (aeronaves não tripuladas) e mísseis iranianos.

Bagheri afirmou que os dois locais mais visados foram "o centro de inteligência que forneceu aos sionistas as informações necessárias" para o ataque que destruiu o consulado iraniano em Damasco a 01 de abril, bem como "a base aérea de Novatim, de onde descolaram os aviões de caça israelitas 'F-35' que bombardearam as instalações diplomáticas do Irão na capital síria.

"Estes dois centros foram consideravelmente danificados e colocados fora de serviço", garantiu.

Ataque contra Israel celebrado efusivamente em Teerão. As imagens

Carmen Guilherme | há 1 mês

Os iranianos saíram às ruas, na madrugada deste domingo, para celebrar o ataque levado a cabo contra Israel, como retaliação ao bombardeamento do consulado iraniano em Damasco, a 1 de abril, no qual morreram sete membros da Guarda Revolucionária e seis cidadãos sírios.

As imagens divulgadas pelas agências internacionais mostram um ambiente de festa no centro de Teerão. Os iranianos gritaram slogans contra os Estados Unidos e Israel e exibiram imagens do líder supremo do Irão, 'ayatollah' Ali Khamenei, e do falecido general iraniano Qessam Soleimani, comandante da força de elite iraniana al-Quds,  assassinado em 2020, no Iraque, por ordem do então presidente dos Estados Unidos Donald Trump. 

Pode ver as imagens na fotogaleria disponível na ligação abaixo:

Ataque contra Israel celebrado efusivamente em Teerão. As imagens

Ataque contra Israel celebrado efusivamente em Teerão. As imagens

Iranianos celebraram efusivamente o ataque contra Israel nas ruas de Teerão.

Notícias ao Minuto com Lusa | 09:47 - 14/04/2024

Iraque, Líbano e Jordânia reabrem espaços aéreos

Lusa | há 1 mês

O Iraque, o Líbano e a Jordânia anunciaram hoje a reabertura dos respetivos espaços aéreos, fechados desde sábado à noite devido ao ataque sem precedentes lançado pelo Irão contra Israel.

Iraque, Líbano e Jordânia reabrem espaços aéreos

Iraque, Líbano e Jordânia reabrem espaços aéreos

O Iraque, o Líbano e a Jordânia anunciaram hoje a reabertura dos respetivos espaços aéreos, fechados desde sábado à noite devido ao ataque sem precedentes lançado pelo Irão contra Israel.

Lusa | 08:50 - 14/04/2024


  

Irão promete resposta "muito maior" em caso de retaliação

Carmen Guilherme | há 1 mês

O Irão ameaçou. este domingo, que qualquer retaliação israelita levará a um ataque maior do que aquele da noite passada. 

Esta posição foi transmitida pelo chefe do Estado-Maior das Forças Armadas iranianas, o major-Ggeneral Mohammad Bagheri, em declarações à televisão estatal iraniana. 

"A nossa resposta será muito maior do que a ação militar desta noite se Israel retaliar contra o Irão", disse. 

O responsável avisou também os Estados Unidos de que as suas bases serão alvo de ataques se Washington apoiar Israel em qualquer tipo de retaliação.

Líderes do G7 reúnem-se por videoconferência

Carmen Guilherme | há 1 mês

Os líderes do G7 vão reunir-se, na tarde deste domingo, por videoconferência. A Itália, que detém atualmente a presidência rotativa do grupo, convocou a reunião com o objetivo de discutir o ataque do Irão contra Israel.

G7 reúne-se por vídeoconferência para debater ataque do Irão a Israel

G7 reúne-se por vídeoconferência para debater ataque do Irão a Israel

Os chefes de Estado e de Governo do G7 vão realizar uma videoconferência hoje ao início da tarde "para debater o ataque iraniano contra Israel", anunciou o Governo italiano, que detém atualmente a presidência deste grupo de países industrializados.

Lusa | 08:52 - 14/04/2024

Espaço aéreo israelita reaberto, anuncia autoridade aeroportuária

Lusa | há 1 mês

O espaço aéreo israelita, encerrado no sábado à noite pouco antes do ataque iraniano a Israel, reabriu às 07h30 locais (05h30 em Lisboa), anunciou a autoridade aeroportuária.

"De acordo com as diretivas de segurança, o espaço aéreo israelita foi reaberto depois das 07h30 da manhã (04:30 GMT) e o aeroporto Be Gurion está de novo operacional", lê-se num comunicado da autoridade aeroportuária.

O portal na Internet do aeroporto dá conta de atrasos significativos, tanto nas partidas como nas chegadas.

China expressa "profunda preocupação" com situação no Médio Oriente

Lusa | há 1 mês

A China expressou hoje "profunda preocupação" com o agravamento da situação no Médio Oriente, após o ataque do Irão contra Israel, e pediu "calma e contenção".

China expressa

China expressa "profunda preocupação" com situação no Médio Oriente

A China expressou hoje "profunda preocupação" com o agravamento da situação no Médio Oriente, após o ataque do Irão contra Israel, e pediu "calma e contenção".

Lusa | 06:42 - 14/04/2024

Intercetados 99% dos mais de 300 drones e mísseis iranianos, diz Israel

Lusa | há 1 mês

Israel afirmou hoje que 99% dos mais de 300 'drones' e mísseis disparados pelo Irão, no ataque de sábado à noite, foram intercetados, e que a defesa israelita foi um "êxito estratégico muito significativo".

Teerão disparou 170 'drones', mais de 30 mísseis de cruzeiro e mais de 120 mísseis balísticos, disse o contra-almirante israelita Daniel Hagari.

Vários mísseis balísticos atingiram território israelita, causando pequenos danos numa base aérea, indicou ainda Hagari, notando que o resultado da defesa foi um "êxito estratégico muito significativo"

Socorristas disseram que uma menina de sete anos ficou gravemente ferida numa localidade beduína no sul de Israel, aparentemente num ataque de míssil, embora tenham referido que a polícia ainda está a investigar as circunstâncias dos ferimentos, informou a agência de notícias Associated Press.

O serviço israelita de emergência médica Magen David Adom já tinha dado conta de um outro ferido grave, um rapaz de 10 anos atingido por estilhaços depois de a defesa antiaérea ter intercetado um 'drone' lançado pelo Irão, perto da cidade israelita de Arad, também no sul de Israel.

Arábia Saudita pede "máxima contenção" para não alargar conflito

Lusa | há 1 mês

A Arábia Saudita manifestou hoje "profunda preocupação" com o ataque sem precedentes do Irão contra Israel, pedindo "máxima moderação" para evitar um alargamento da guerra à região.

Israel. Arábia Saudita pede

Israel. Arábia Saudita pede "máxima contenção" para não alargar conflito

A Arábia Saudita manifestou hoje "profunda preocupação" com o ataque sem precedentes do Irão contra Israel, pedindo "máxima moderação" para evitar um alargamento da guerra à região.

Lusa | 06:30 - 14/04/2024

Conselho de Segurança da ONU reúne-se hoje de emergência

Lusa | há 1 mês

O Conselho de Segurança da ONU vai reunir-se hoje de emergência, a pedido de Israel, após o Irão ter lançado mais de 200 'drones' e mísseis contra território israelita, anunciou a presidência maltesa do Conselho.

"Tencionamos realizar a reunião amanhã [hoje] às 16h00" (21h00 em Lisboa), disse aos jornalistas um porta-voz da missão diplomática maltesa, que detém a presidência do Conselho de Segurança em abril.
  

Ministro da Defesa israelita agradece apoio dos EUA após ataque iraniano

Lusa | há 1 mês

O ministro da Defesa israelita agradeceu ao homólogo norte-americano o apoio dos EUA após o ataque iraniano, lançado na noite de sábado, com mais de 200 'drones', mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos.

Yoav Gallant também informou Lloyd Austin sobre as "ações de defesa" de Israel, declarando que o sistema de defesa permanece "no mais alto nível de prontidão para novas tentativas de ataque".

Trump diz que ataque do Irão mostra fraqueza dos EUA sob comando de Biden

Lusa | há 1 mês

O candidato presidencial republicano Donald Trump disse no sábado à noite que o ataque iraniano a Israel mostra a "grande fraqueza" dos Estados Unidos sob o comando do Presidente do país, o democrata Joe Biden.

Trump diz que ataque do Irão mostra fraqueza dos EUA sob comando de Biden

Trump diz que ataque do Irão mostra fraqueza dos EUA sob comando de Biden

O candidato presidencial republicano Donald Trump disse no sábado à noite que o ataque iraniano a Israel mostra a "grande fraqueza" dos Estados Unidos sob o comando do Presidente do país, o democrata Joe Biden.

Lusa | 06:12 - 14/04/2024

Para recordar:

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Início de cobertura

Notícias ao Minuto | há 1 mês

Bom dia! Damos agora início a um acompanhamento AO MINUTO de todos os desenvolvimentos sobre a tensão no Médio Oriente, que escalou com um ataque do Irão a Israel. Pode rever o registo de ontem na ligação abaixo:

AO MINUTO: Cúpula de Ferro interceta drones; Menina em

AO MINUTO: Cúpula de Ferro interceta drones; Menina em "estado crítico"

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a tensão no Médio Oriente, que escalou com um ataque do Irão a Israel.

Notícias ao Minuto | 22:39 - 13/04/2024

Recomendados para si

;
Campo obrigatório