Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 13º MÁX 25º

Israel. Arábia Saudita pede "máxima contenção" para não alargar conflito

A Arábia Saudita manifestou hoje "profunda preocupação" com o ataque sem precedentes do Irão contra Israel, pedindo "máxima moderação" para evitar um alargamento da guerra à região.

Israel. Arábia Saudita pede "máxima contenção" para não alargar conflito
Notícias ao Minuto

06:30 - 14/04/24 por Lusa

Mundo Ataque do Irão

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros lamentou "a evolução da escalada militar na região e a gravidade das suas repercussões" e exigiu ao Conselho de Segurança das Nações Unidas que "assuma a sua responsabilidade na manutenção da paz e segurança internacionais".

São precisos esforços extraordinários naquela "região extremamente sensível pela paz e pela segurança globais", defendeu a diplomacia saudita.

Caberá às Nações Unidas tomar medidas para "prevenir a escalada de uma crise que terá graves consequências se for alargada".

O Irão lançou hoje um ataque com 'drones' contra Israel "a partir do seu território", confirmou o porta-voz do exército israelita num discurso transmitido pela televisão.

Numa mensagem na rede social X, a missão iraniana junto da ONU alegou que, "de acordo com o artigo 51.º da Carta das Nações Unidas sobre a legítima defesa, a ação militar do Irão foi uma resposta à agressão do regime sionista" contra as instalações diplomáticas iranianas em Damasco.

As tensões entre os dois países subiram nas últimas semanas, depois do bombardeamento do consulado iraniano em Damasco, a 01 de abril, no qual morreram sete membros da Guarda Revolucionária e seis cidadãos sírios.

Leia Também: Ataque do Irão. Conselho de Segurança da ONU reúne-se hoje de emergência

Recomendados para si

;
Campo obrigatório