Meteorologia

  • 24 MAIO 2024
Tempo
24º
MIN 13º MÁX 25º

Ataque do Irão contra Israel já começou. Lançados "dezenas de drones"

O porta-voz do exército israelita, Daniel Hagari, garantiu que o país "está bem preparado" para responder ao ataque.

Ataque do Irão contra Israel já começou. Lançados "dezenas de drones"
Notícias ao Minuto

21:18 - 13/04/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Israel/Palestina

O Irão iniciou, durante a noite de sábado, um ataque contra Israel. Segundo o porta-voz do exército israelita, Daniel Hagari, foram lançados "dezenas de drones" em direção ao país. Já a Guarda Revolucionária do Irão adiantou que também lançou mísseis.

"Há pouco tempo, o Irão lançou veículos aéreos não tripulados a partir do seu território em direção ao território do Estado de Israel", anunciaram as Forças de Defesa de Israel, citadas pelo The Times of Israel.

O exército israelita garantiu que o "dispositivo de defesa está em alerta máximo" e que "está a monitorizar todos os alvos".

Já Daniel Hagari afirmou que "Israel está "bem preparado" para o ataque". "Preparámo-nos antecipadamente para diversos cenários. Para intercetar estes lançamentos, temos os círculos de proteção da marinha e da força aérea em várias camadas", acrescentou, citado pela Sky News.

De acordo com o responsável, os 'drones' demorarão "várias horas" até chegar ao país. "Vamos tentar impedi-los de chegar ao território israelita, é essa a nossa missão", afirma. 

Já de acordo com a imprensa israelita, está previsto que os drones atinjam Israel pelas 2h00 locais (00h00 em Lisboa).

"Se entrarem no espaço aéreo israelita, ouvir-se-ão sirenes e alarmes onde quer que essas ameaças entrem e nós interceptá-las-emos", acrescentou Hagari.

Em comunicado, a Guarda Revolucionária do Irão afirmou que também lançou mísseis contra o país, que irão visar locais específicos. 

"Em resposta aos numerosos crimes cometidos pelo regime sionista, incluindo o ataque à secção consular da embaixada da República Islâmica do Irão em Damasco e o martírio de um grupo de comandantes militares e conselheiros do nosso país na Síria, a força aérea da Força Aeroespacial do Corpo dos Guardas da Revolução Islâmica disparou dezenas de mísseis e drones contra alvos específicos dentro dos territórios ocupados", disse a televisão estatal citando o departamento de relações públicas dos Guardas.

Sublinhe-se que as tensões entre os dois países subiu nas últimas semanas, depois do bombardeamento do consulado iraniano em Damasco, a 1 de abril, no qual morreram sete membros da Guarda Revolucionária e seis cidadãos sírios.

Leia Também: Jordânia encerra espaço aéreo perante ameaça de ataque do Irão a Israel

Recomendados para si

;
Campo obrigatório