Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 21º

Libertados três reféns numa cidade dos Países Baixos

Três pessoas que tinham sido feitas reféns numa situação que ainda está a decorrer em Ede, uma cidade dos Países Baixos, foram libertadas, anunciou a polícia holandesa.

Libertados três reféns numa cidade dos Países Baixos
Notícias ao Minuto

10:58 - 30/03/24 por Lusa

Mundo Países Baixos

"Três reféns acabam de ser libertados. No entanto, a situação ainda não terminou", declarou a polícia num comunicado publicado na rede social X.

Segundo a polícia, várias pessoas foram feitas hoje reféns numa cidade do centro dos Países Baixos, descartando para já que se trate de um ato terrorista.

Segundo o canal de televisão do Reino Unido BBC, que cita a polícia, as pessoas foram feitas reféns num café popular numa cidade do leste dos Países Baixos.

"O homem entrou nas instalações do Café Petticoat, em Ede, de manhã cedo, ameaçando fazer-se explodir, noticiaram os media locais", refere a BBC.

A polícia afirma, num comunicado publicado na rede social X, que "uma situação de reféns envolvendo várias pessoas está em curso num edifício no centro da cidade de Ede".

Segundo a polícia, foi montado um cordão de segurança à volta de um café e os residentes de cerca de 150 casas foram retirados para um local seguro.

A AFP refere que não se sabe oficialmente o número de quantos reféns, mas os meios de comunicação social locais apontam que estão retidas entre quatro e cinco pessoas.

O município local informou no seu 'site' que o centro da cidade tinha sido encerrado e que a polícia de choque e peritos em explosivos estavam no local.

A polícia salienta que, "de momento, não há indícios de um motivo terrorista" na tomada de reféns.

"Estamos a ver que há muitas perguntas sobre o motivo. De momento, não há nada que indique que se trata de um ato terrorista", declarou a polícia na rede social X.

Leia Também: "Três reféns" libertados nos Países Baixos. Polícia descarta "terrorismo"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório