Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 21º

Ataques israelitas matam sete membros do Hezbollah no sul do Líbano

Dois ataques israelitas no sul do Líbano mataram hoje sete membros do grupo xiita libanês Hezzbollah, reivindicaram hoje o exército e a imprensa estatal de Israel.

Ataques israelitas matam sete membros do Hezbollah no sul do Líbano
Notícias ao Minuto

14:01 - 02/03/24 por Lusa

Mundo Israel

Um ataque de um 'drone' (aeronave não tripulada) israelita atingiu hoje de manhã um, carro no sul do Líbano, matando três membros do Hezbollah, informaram os meios de comunicação estatais e as autoridades.

Outros quatro membros do Hezbollah foram mortos num ataque a uma casa na cidade de Ramia durante a noite, disse um oficial de segurança libanês, que falou sob condição de anonimato porque não estava autorizado a falar com jornalistas.

A Agência Nacional de Notícias, estatal, disse que o último ataque, hoje de manhã, atingiu um carro na área de Naqoura, ao longo da costa sul do Líbano.

As forças armadas israelitas afirmaram, em comunicado, que "atingiram um veículo no sul do Líbano, no qual circulavam vários terroristas que lançaram foguetes para território israelita". 

Os militantes operavam sob a égide da Divisão Imam Hossein, afiliada ao Irão e que opera na zona em, que atua o Hezbollah.

O Hezbollah anunciou a morte de sete dos seus combatentes no sábado, mas, como é habitual, não especificou quando e onde foram mortos.

O grupo xiita libanês pró-iraniamo tem trocado tiros com as forças israelitas ao longo da fronteira Líbano-Israel quase diariamente desde o início da guerra de Israel contra o Hamas, um aliado do Hezbollah, em Gaza. 

Os ataques mataram mais de 200 combatentes do Hezbollah, pelo menos 37 civis no Líbano e ainda nove soldados e nove civis em Israel. 

O Hezbollah disse que só porá termo aos ataques quando houver um cessar-fogo em Gaza, mas que observará uma trégua se esta for alcançada. 

O ministro da Defesa israelita, Yoav Gallant, prometeu intensificar os ataques ao Hezbollah, mesmo que seja alcançado um cessar-fogo com o Hamas na Faixa de Gaza, até que o grupo militante libanês se retire da área fronteiriça.

Leia Também: Israel bombardeia posições do Hezbollah após ataque com mísseis

Recomendados para si

;
Campo obrigatório