Meteorologia

  • 16 ABRIL 2024
Tempo
22º
MIN 13º MÁX 26º

"Apoiamo-nos uns aos outros". Biden elogia apoio firme de Meloni a Kyiv

A primeira-ministra Giorgia Meloni foi elogiada pelo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pelo firme apoio de Itália à Ucrânia desde a invasão russa.

"Apoiamo-nos uns aos outros". Biden elogia apoio firme de Meloni a Kyiv
Notícias ao Minuto

12:49 - 02/03/24 por Lusa

Mundo Guerra na Ucrânia

"Quero agradecer o apoio inabalável da Itália à Ucrânia. Apoiamo-nos uns aos outros. Também apoiamos a Ucrânia", disse Biden, após uma reunião na Casa Branca, na sexta-feira.

Na segunda vez que se reuniram, os líderes discutiram os principais desafios globais e como coordenar as respostas dos aliados aos mesmos, cabendo à Itália a presidência do G7.

Meloni, que também visitou a Casa Branca em julho de 2023, afirmou que a crise no Médio Oriente é "extremamente preocupante", sublinhando a necessidade de "trabalhar em conjunto em medidas concretas para garantir a perspetiva dos dois Estados, a única solução sustentável a longo prazo".

A primeira-ministra italiana também propôs a criação de uma "aliança global contra os traficantes de seres humanos" como parte dos esforços para impedir a chegada ilegal de migrantes.

"Aproveitando o papel da Itália no Mediterrâneo, o G7 prestará especial atenção também ao continente africano", disse Meloni, citada num comunicado do seu gabinete.

Segundo a primeira-ministra, esse é um assunto que tem sido discutido muitas vezes, pois é importante lembrar que "África não é um continente pobre, pelo contrário, é incrivelmente rico em recursos humanos e materiais, mas tem sido negligenciado e explorado com uma abordagem predatória há muito tempo".

Meloni assumiu que quer reverter esta abordagem, juntamente com os americanos.

"Precisamos de apoiar o desenvolvimento de África numa base de igualdade e pôr fim à migração ilegal, ao mesmo tempo que lutamos contra o tráfico de seres humanos, que se tornou no crime mais compensador financeiramente a nível mundial", acrescentou.

Após o encontro, Meloni voou para Toronto, onde se encontrará hoje com o presidente canadiano, Justin Trudeau.

Leia Também: Biden espera que cessar-fogo em Gaza seja alcançado até ao Ramadão

Recomendados para si

;
Campo obrigatório