Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 24º

Filho do presidente dos EUA interrogado em processo de 'impeachment'

Hunter Biden, o filho do Presidente dos Estados Unidos, foi ouvido na quarta-feira pelos congressistas republicanos que lideram um inquérito de destituição contra Joe Biden, acusado de ter mentido sobre assuntos da sua família.

Filho do presidente dos EUA interrogado em processo de 'impeachment'
Notícias ao Minuto

06:24 - 29/02/24 por Lusa

Mundo EUA

Esta investigação é rejeitada pelos democratas, que a consideram uma manobra política em pleno ano eleitoral.

Este inquérito de destituição ('impeachment', no termo em inglês) quase não tem hipótese de sucesso.

Os republicanos acusam Joe Biden, até agora sem provas conclusivas, de ter usado a sua influência quando era vice-presidente de Barack Obama (2009-2017) para permitir que a sua família conduzisse negócios questionáveis na Ucrânia e na China.

Questionado na quarta-feira no Congresso sobre uma série de transações financeiras que, segundo os republicanos, incriminam o seu pai, Hunter Biden negou categoricamente.

"Nunca envolvi o meu pai nos meus assuntos", frisou Hunter Biden à comissão, de acordo com uma cópia do seu depoimento.

"Nem quando eu era advogado, nem nos meus investimentos ou negócios aqui ou no estrangeiro, nem como membro de conselho, nem como artista. Nunca", assegurou.

Na semana passada, o irmão do chefe de Estado norte-americano, James Biden, garantiu que Joe Biden, "nunca teve qualquer envolvimento" nos negócios de membros da família.

"Tive uma carreira de 50 anos numa variedade de empreendimentos comerciais. Joe Biden nunca teve qualquer envolvimento ou interesse financeiro direto ou indireto nessas atividades. Nenhum!", disse James Biden na declaração de abertura aos legisladores obtida pela agência noticiosa Associated Press (AP).

O filho mais novo do Presidente, um empresário agora convertido à pintura, tornou-se ao longo dos anos um alvo favorito dos republicanos que alimentam suspeitas sobre os seus assuntos.

A investigação dos republicanos foi, no entanto, enfraquecida pela acusação, em meados de fevereiro, de um antigo informador do FBI, Alexander Smirnov, processado por ter mentido e fabricado falsas acusações de corrupção contra os Biden.

Este israelo-americano, de 43 anos, acusou Joe e Hunter Biden de terem recebido cinco milhões de dólares em subornos cada um para permitir que uma empresa de gás ucraniana, a Burisma, escapasse da acusação, uma história inventada e completamente documentada, de acordo com a acusação.

Alexander Smirnov admitiu nomeadamente ter transmitido informações falsas, fornecidas pelos serviços de inteligência russos, com o objetivo de incriminar a família Biden.

A investigação judicial em curso sobre o filho do Presidente não conseguiu até agora fundamentar as acusações dos republicanos.

Destacou especialmente os seus problemas com a dependência de drogas e álcool, que Hunter Biden diz ter superado, e resultou em duas acusações contra: uma por evasão fiscal e outra por posse ilegal de arma de fogo.

Leia Também: Acusado de mentir sobre filho de Biden tinha ligações à secreta russa

Recomendados para si

;
Campo obrigatório