Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
25º
MIN 15º MÁX 26º

Burkina Faso anuncia a morte de cerca de 40 suspeitos de terrorismo

As autoridades do Burkina Faso anunciaram a morte de cerca de 40 suspeitos de terrorismo numa série de atentados bombistas nos arredores da cidade de Djibo, a leste do país, segundo a imprensa local.

Burkina Faso anuncia a morte de cerca de 40 suspeitos de terrorismo
Notícias ao Minuto

13:42 - 22/02/24 por Lusa

Mundo Burkina Faso

Estes atentados surgem no âmbito da operação contra grupos terroristas, que está a ser levada a cabo pelas autoridades locais, neste país africano.

De acordo com a agência noticiosa estatal do Burkina Faso, AIB, um grupo de 40 suspeitos deslocou-se ao local para "verificar os danos" após um bombardeamento efetuado dias antes contra outro "grupo de terroristas".

Os meios de comunicação social locais referem que o grupo foi seguido por aviões até "uma localidade abandonada", altura em que foram bombardeados. Alguns dos suspeitos conseguiram fugir, mas as autoridades não fizeram qualquer declaração sobre o grupo a que pertenciam.

Desde 2015, o Burkina Faso luta contra grupos extremistas filiados no Estado Islâmico e na Al-Qaida, que também atacaram nos vizinhos Mali e Níger, dois países igualmente governados por regimes militares e dos quais Ouagadougou se aproximou nos últimos meses.

Os ataques levaram a uma vaga de deslocados internos e refugiados para outros países da região.

O Burkina Faso, que é liderado, desde 2022, por uma junta militar chefiada por Ibrahim Traoré.

Leia Também: Burkina Faso suspende exportações de ouro de produção artesanal

Recomendados para si

;
Campo obrigatório