Meteorologia

  • 12 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 27º

Dinamarca assina acordo bilateral de segurança com a Ucrânia por 10 anos

A Dinamarca assinou um acordo bilateral de segurança com a Ucrânia por 10 anos, anunciou hoje o Governo dinamarquês, na sequência de tratados semelhantes celebrados por Kyiv com a Alemanha, França e Reino Unido.

Dinamarca assina acordo bilateral de segurança com a Ucrânia por 10 anos
Notícias ao Minuto

13:38 - 22/02/24 por Lusa

Mundo Ucrânia

"O acordo significa que o futuro apoio militar e civil será enquadrado durante os próximos 10 anos, num acordo político bilateral", que será financiado pelo fundo dinamarquês para a Ucrânia, atualmente dotado de 69,1 mil milhões de coroas (9,3 mil milhões de euros), informou o Governo num comunicado.

A Dinamarca anunciou ainda que vai libertar um novo pacote de ajuda militar de 1,7 mil milhões de coroas (229 milhões de euros), segundo o comunicado.

Este novo pacote inclui o envio para a Ucrânia, dentro de alguns meses, de 15.000 obuses de artilharia, em cooperação com a República Checa, numa altura em que Kyiv tem revelado carência de munições para resistir à invasão russa.

"A Dinamarca é um dos países que mais apoia a Ucrânia. Estou orgulhosa disso", disse a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, numa conferência de imprensa, acrescentando que estas decisões fazem parte de uma estratégia para "construir uma ponte para a futura adesão da Ucrânia à União Europeia e à NATO".

O envio dos primeiros caças F-16 para Kyiv, prometidos pela Dinamarca no ano passado, terá lugar no verão, "se os preparativos prosseguirem de acordo com o calendário planeado", disse ainda o ministro da Defesa, Troels Lund Poulsen.

Após a luz verde de Washington, os Países Baixos e a Dinamarca comprometeram-se em agosto a entregar 61 caças F-16 norte-americanos.

A Dinamarca tem sido um relevante aliado da Ucrânia, ocupando o quarto lugar entre os principais doadores de ajuda militar a Kyiv, segundo dados publicados na passada semana pelo instituto de investigação alemão Kiel Institute.

Leia Também: Zelensky assegura que exército mantém testa-de-ponte no rio Dniepre

Recomendados para si

;
Campo obrigatório