Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 29º

Eurodeputada contra renomeação de edifício do serviço diplomático da UE

A eurodeputada polaca Anna Fotyga considerou errado dar o nome do opositor russo Alexei Navalny ao edifício do Serviço Europeu de Ação Externa e sugeriu que se renomeie parte de uma praça em frente à embaixada russa em Bruxelas.

Eurodeputada contra renomeação de edifício do serviço diplomático da UE
Notícias ao Minuto

10:57 - 21/02/24 por Lusa

Mundo Navalny

De acordo com uma carta endereçada ao alto representante da União Europeia (UE) para os Negócios Estrangeiros, Josep Borrell, a que a Lusa teve acesso, a eurodeputada dos Conservadores e Reformistas Europeus homenageou "a coragem" do opositor russo, que regressou à Rússia "depois de uma tentativa de homicídio".

As autoridades russas anunciaram na última sexta-feira a morte de Alexei Navalny.

Anna Fotyga disse estar ao lado da decisão de renomear o regime de sanções da UE para violações dos direitos humanos como homenagem à luta de Navalny contra o regime de Vladimir Putin.

"No entanto, não concordo com a ideia de fazer de Alexei Navalny patrono da política externa da UE renomeando o edifício do Serviço Europeu de Ação Externa", defendeu a eurodeputada

A eurodeputada polaca acrescentou que reconhece "o papel da UE, incluindo de vários eurodeputados e do Parlamento Europeu, para influenciar as perspetivas de Navalny sobre o imperialismo russo, incluindo a agressão da Geórgia em 2008 e da Ucrânia a partir de 2014".

Mas, alertou: "Ia ser extremamente difícil explicar a muitos dos nossos parceiros georgianos, ucranianos e bielorrussos a razão" para fazer do opositor russo "o símbolo da política externa da UE".

"Acho que depois da dissipação das emoções justificáveis, as pessoas vão fazer uma avaliação compreensiva da vida de Navalny e das suas visões. Apesar de concordar com o princípio de fundo, há pessoas mais conhecidas, incluindo vítimas do imperialismo russo, cuja vida refletiu com maior precisão os valores europeus e que melhor seriam um eco da política externa da UE", completou.

Anna Fotyga sugeriu, em contrapartida, renomear parte de uma praça em frente à missão diplomática da Rússia para a União Europeia: "É um gesto simbólico, mas, um dia, a sua estátua será erguida em frente ao Kremlin".

Para isso, apresentou um abaixo-assinado.

A Lusa contactou o gabinete da eurodeputada para perceber quantos signatários tinha até ao momento o abaixo-assinado, mas o gabinete disse que não dispunha dessa informação, remetendo informações adicionais para a próxima semana, durante a plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo (França).

O opositor russo Alexei Navalny, um dos principais opositores de Vladimir Putin, morreu a 16 de fevereiro, aos 47 anos, numa prisão do Ártico, onde cumpria uma pena de 19 anos.

Os serviços penitenciários da Rússia indicaram que Navalny se sentiu mal depois de uma caminhada e perdeu a consciência.

Destacados dirigentes ocidentais, a família e apoiantes do opositor responsabilizam o presidente russo, Vladimir Putin, pela sua morte.

Leia Também: Navalny. Polónia convoca embaixador russo para pedir responsabilidades

Recomendados para si

;
Campo obrigatório