Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 16º

Rússia põe PM da Estónia e ministro da Lituânia na lista de procurados

A Rússia colocou a primeira-ministra da Estónia, Kaja Kallas, e o ministro da Cultura da Lituânia, Simonas Kairys, na lista de procurados, um registo do Ministério do Interior, hoje tornado público, que visa pessoas procuradas por acusações criminais.

Rússia põe PM da Estónia e ministro da Lituânia na lista de procurados
Notícias ao Minuto

11:00 - 13/02/24 por Lusa

Mundo Ucrânia/Rússia

O nome de Kallas aparece, mas não é especificado quais acusações às quais a primeira-ministra da Estónia está associada, descreve a agência de notícias AP.

Já o de Kairys aparece associado à destruição ou danos causados a monumentos dedicados aos soldados soviéticos no país báltico, descreve a EFE.

É a primeira vez que este Ministério coloca um líder estrangeiro numa lista de procurados.

Kallas tem sido uma forte apoiante da Ucrânia ao incentivar a assistência militar a Kiev e o reforço de sanções contra a Rússia.

A primeira-ministra da Estónia também apoiou a remoção de monumentos aos soldados soviéticos da Segunda Guerra Mundial.

O secretário de Estado da Estónia, Taimar Peterkop, também foi colocado na lista de procurados, segundo o mesmo registo.

Estas medidas parecem refletir uma tentativa de Moscovo de aumentar a pressão sobre o Ocidente, à medida que enfrenta a pressão dos aliados da NATO, isto quando a guerra na Ucrânia se aproxima da marca de dois anos.

Leia Também: Suécia assume ameaça de ataques híbridos e ciberataques russos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório