Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 16º

Responsável local do Hezbollah ferido em ataque israelita no Líbano

Um responsável local do movimento xiita libanês Hezbollah ficou hoje gravemente ferido num ataque israelita que atingiu a sua viatura no sul do Líbano, anunciou uma fonte dos serviços de segurança libaneses.

Responsável local do Hezbollah ferido em ataque israelita no Líbano
Notícias ao Minuto

20:13 - 12/02/24 por Lusa

Mundo Bint Jbeil

"Um ataque israelita atingiu, na localidade de Bint Jbeil, um responsável local do Hezbollah que ficou gravemente ferido", declarou a mesma fonte citada pela agência noticiosa AFP.

Segundo a agência de notícias libanesa ANI, "um 'drone' inimigo atingiu uma viatura perto do hospital de Bint Jbeil", uma cidade situada perto da fronteira com Israel.

Em comunicado, Avichay Adraee, porta-voz do Exército israelita, indicou que "um dos aviões atingiu uma viatura na região de Marun el-Ras onde se encontravam elementos do Hezbollah".

O porta-voz disse ainda que diversas infraestruturas do partido foram destruídas em Aadeise e Khiam, e ainda "dois edifícios militares e uma instalação militar" em Marun el-Ras, Tayr Harfa e al-Jebbaine.

Em Tayr Harfa, segundo a ANI, duas pessoas foram gravemente feridas num bombardeamento israelita contra uma casa.

O Hezbollah anunciou de seguida a morte de dois dos seus combatentes, enquanto as Brigadas Al-Qods, o ramo militar da Jihad islâmica palestiniana, anunciava em comunicado que dois dos seus membros foram mortos "na fronteira com a Palestina ocupada, no sul do Líbano".

Nos últimos cinco dias Israel efetuou três ataques dirigidos que feriram responsáveis libaneses ou palestinianos.

No sábado, um responsável do Hamas palestiniano foi ferido e duas pessoas mortas num 'raide' dirigido à sua viatura numa localidade a 40 quilómetros da fronteira.

Na sequência do ataque do Hamas em Israel em 07 de outubro, Israel e o Hezbollah têm-se envolvido em intensos bombardeamentos e centrados na região da fronteira comum.

Pelo menos 240 pessoas, na maioria combatentes do Hezbollah, já foram mortos no sul do Líbano desde essa data, indica a agência noticiosa AFP. O Exército refere-se a 15 mortos do lado israelita.

Leia Também: Hezbollah reivindica 5 novos ataques contra posições militares israelitas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório