Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 19º

Irão condena tio de Mahsa Amini

Safa Aaeili, tio de Jina Amini, a jovem iraniana que morreu aos 22 anos após ser detida por não usar corretamente o véu islâmico, foi detido e condenado a mais de cinco anos de prisão, denunciou hoje uma ONG.

Irão condena tio de Mahsa Amini
Notícias ao Minuto

13:26 - 11/02/24 por Lusa

Mundo Irão

A detenção ocorreu no aniversário da morte da sobrinha e foi divulgada pela ONG iraniana Hengaw, com sede em Oslo, capital da Noruega.

Segundo a organização de direitos humanos fundada em 2016, Safa Aaeili, de 30 anos, foi brutalmente agredido durante a detenção por forças dos serviços secretos, na residência, em 05 de setembro de 2023, durante a evocação do aniversário do assassínio da jovem.

Foi libertado temporariamente, sob fiança, da Prisão Central de Sanandaj, em 17 de outubro de 2023, depois de 42 dias de detenção.

O tio de Amini foi acusado de participação em protestos contra a segurança interna, de difundir propaganda antigovernamental e de insultar o regime teocrático iraniano.

Finalmente foi condenado por um tribunal revolucionário de Saqqez a uma pena total de cinco anos, quatro meses e 17 dias de prisão.

Em conformidade com o artigo 17 do Código Penal de 2020, um terço da pena mais severa foi suspensa durante três anos, mediante o cumprimento de certas proibições, que incluem não viajar durante dois anos, apresentação mensal perante os serviços secretos e a conclusão de três cursos educativos, éticos e religiosos.

Safa Aaeili deve ainda documentar a biografia de uma figura das forças repressivas do Governo, assassinada durante o movimento "Mulheres, Vida, Liberdade", afirmou a ONG.

Amini morreu em 2022, após ser detida pela chamada polícia da moral, por não levar bem posto o véu islâmico obrigatório, o que desencadeou um amplo movimento de protesto no Irão pelos direitos das mulheres, sobretudo nas regiões de maioria curda, que custou a vida a centenas de pessoas.

Leia Também: Irão pede exclusão de Israel da ONU nos 45.º anos da Revolução Islâmica

Recomendados para si

;
Campo obrigatório