Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 30º

Fugiu à Justiça nos EUA, foi detido no Quénia e... conseguiu escapar

Homem é acusado de ter matado a namorada.

Fugiu à Justiça nos EUA, foi detido no Quénia e... conseguiu escapar
Notícias ao Minuto

10:24 - 08/02/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Quénia

Um homem conseguiu fugir, pela segunda vez, à justiça norte-americana, que o procura por alegadamente ter matado a namorada.

Segundo a BBC, Kevin Kangethe terá, inicialmente, fugido para o Quénia - seu país de origem - após o alegado homicídio, levando as autoridades norte-americanas a montar uma 'caça' que durou vários meses.

Foi detido na semana passada à saída de uma discoteca em Nairobi mas, na quarta-feira, conseguiu escapar novamente. A cadeia britânica revela que Kangethe saiu da esquadra onde estava detido e embarcou num veículo de transportes públicos, mantendo-se em parte incerta desde então.

Como consequência do caso polémico, quatro agentes da autoridade e um advogado foram detidos. O comandante da polícia de Nairobi, Adamson Bungei, considerou uma "vergonha" que Kangethe tenha fugido, citado pelo jornal Star.

Kangethe é suspeito de ter matado a namorada, Margaret Mbitu, que estaria a planear acabar com a relação, conforme disse a família da vítima.

A 30 de outubro, foi dada como desaparecida e, dois dias depois, o seu corpo foi encontrado num carro estacionado no aeroporto internacional de Boston, nos EUA. Terá sido nessa janela de tempo que o suspeito conseguiu fugir do país.

Leia Também: Megaprocessos. Que impacto têm na justiça? Por que duram tanto?

Recomendados para si

;
Campo obrigatório