Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 19º

Agência da ONU para Direitos Humanos pede 500 milhões para 2024

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos pediu hoje 500 milhões de dólares (cerca de 460 milhões de euros) para as atividades deste ano, depois de só ter recebido metade do solicitado em 2023.

Agência da ONU para Direitos Humanos pede 500 milhões para 2024
Notícias ao Minuto

13:16 - 30/01/24 por Lusa

Mundo ONU

"Hoje, apelo a 500 milhões de dólares (...) para enfrentar alguns dos maiores desafios dos direitos humanos que enfrentamos agora e que enfrentaremos no futuro", disse o alto-comissário, Volker Turk, perante diplomatas em Genebra.

"Vivemos em tempos profundamente divididos. Os conflitos estão a aumentar em muitas partes do mundo, mais recentemente no Médio Oriente. Estas guerras deixam cicatrizes profundas, alimentando queixas que, sem justiça, prejudicarão enormemente o futuro das nações", argumentou Turk.

No ano passado, esta agência das Nações Unidas - que tem 1.962 funcionários em 91 países - recebeu 283,2 milhões de dólares dos 452 milhões de dólares solicitados, quando a organização comemorou 75 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

"Ainda nos faltam significativamente os fundos necessários para fornecer soluções de direitos humanos que sejam mais eficazes e em maior escala", disse Turk, que agradeceu especialmente aos principais países doadores, citando os cinco maiores: União Europeia, Estados Unidos, Suécia, Alemanha e Noruega.

O Alto Comissariado informou que contribuiu, no ano passado, para "obter a libertação de 13.476 detidos" e para melhorar as leis e políticas em 43 países, em linha com os padrões de defesa dos direitos humanos.

Leia Também: Suspensão de financiamento à UNRWA é "golpe devastador"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório