Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 29º

"Muito grata". Mulher recebe rim de estranha após anos a fazer diálise

Katie Fillion foi a 'salvadora', que viu nas redes sociais que a família Hamal procurava desesperadamente um doador de rim.

"Muito grata". Mulher recebe rim de estranha após anos a fazer diálise
Notícias ao Minuto

19:50 - 22/01/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Canadá

Uma mulher de Lower Mainland, no Canadá, está muito feliz e emocionada com a sua nova vida, após ter sido 'salva' por um estranho que lhe doou um rim.

Poonam Hamal, de 54 anos, foi submetida a uma cirurgia de transplante renal há seis meses, após uma estranha que compartilhava o seu tipo sanguíneo raro – B-positivo – ter feito a doação. A mulher estava há anos numa lista de espera para transplante.

Katie Fillion foi a 'salvadora', que viu nas redes sociais que a família Hamal procurava desesperadamente um dador de rim e, após testes vigorosos, a mulher e Poonam fizeram as cirurgias o verão passado.

"Eu sei o que é ter um pai doente e não poder ajudar, e sempre quis doar. Quando li sobre diálise, percebi que não é realmente um substituto para um rim e que não há rins suficientes. E foi aí que percebi que queria doar", referiu Fillion, citada pela Vancouver City News.

CityNews reuniu-se com Poonam e sua família em julho de 2022. Na altura, ela partilhou a sua rotina diária de diálise de nove horas, que era necessária porque os seus rins não conseguiam filtrar as toxinas do seu corpo.

"É muito doloroso – o fluido tem que ser drenado do meu corpo. Na maioria das vezes, o fluido não drena adequadamente e aloja-se no meu pulso e tornozelo e fá-los inchar", contou, na altura.

O caso remonta a 2021, quando o filho mais novo de Poonam, Saurabh Hamal, afixou cartazes em Lower Mainland e iniciou uma campanha nas redes sociais em busca de um doador de rim B-positivo.

"Não é agradável ver a tua mãe agarrado a uma máquina todas as noites. Por causa da ciência, esta é uma doença que tem cura, então pensei que medidas poderia tomar", afirmou.

Depois de anos à espera de um rim, na véspera de Ano Novo de 2022 para 2023, Shaurab recebeu uma mensagem de um estranho a oferecer-se para ser dador da sua mãe.

Fillion, de 40 anos, foi a 'salvadora'. Em declarações ao Canadian Blood Services, a mulher contou que recuperou bem da cirurgia e está a viver a vida como vivia antes de doar o rim. 

"Ao entrar na cirurgia, eu sabia que tinha dois rins muito saudáveis. Durante o processo, eles projetam como serão as funções renais à medida que tu envelheces e disseram-me que queriam ter certeza de que, com um rim, teria uma função renal saudável quando tiver 100 anos de idade", descreveu.

Em troca, a filha de Poonam, Shiwangi Hamal, de 30 anos, doou o seu rim anonimamente como parte do programa 'Kidney Paired Donation' da Canadian Blood Services.

"Sinto-me muito grata por tudo. A minha saúde está muito melhor. Ainda estou a recuperar da cirurgia, mas tenho muito mais energia. Não preciso mais fazer diálise, que foi muito doloroso", referiu Poonam.

A mulher afirmou ainda estar "muito grata" pela filha e Katie. "Estou muito grata por me terem dado o presente da vida", finalizou.

Leia Também: Suposto líder de grupo criminoso morto em esplanada no Rio de Janeiro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório