Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 25º

Pelo menos 14 mortos em confrontos intercomunitários no Sudão do Sul

Pelo menos 14 pessoas morreram e várias ficaram feridas em novos confrontos intercomunitários no estado de Jonglei, no norte do Sudão do Sul, disseram hoje as autoridades do país.

Pelo menos 14 mortos em confrontos intercomunitários no Sudão do Sul
Notícias ao Minuto

15:57 - 05/01/24 por Lusa

Mundo Sudão do Sul

O comissário de Duk, Peter Latjor Chuol, referiu que os incidentes ocorreram em Poktap Boya e mataram 14 pessoas, sendo que alguns dos 18 feridos se encontram em estado crítico, pelo que não é de excluir que o número de mortos aumente nas próximas horas.

Segundo a estação de rádio sul-sudanesa Eye Radio, o responsável adiantou que os atacantes fugiram com cerca de sete mil cabeças de gado roubadas.

O deputado Phillip Thon Leek, que representa a região no parlamento nacional, condenou o que aconteceu e apelou ao Governo de unidade para atuar no sentido de "garantir a paz".

"Não podemos falar de paz quando as pessoas estão a morrer todos os dias. Estão a morrer pessoas todos os dias em Duk", referiu o deputado.

O Sudão do Sul tem um Governo de unidade que foi instituído após um acordo de paz, em 2018, entre o Presidente Salva Kiir e o líder rebelde Riek Machar, que resultou no regresso deste como primeiro vice-presidente do país.

O Sudão do Sul tem assistido a um aumento dos confrontos intercomunitários, motivados principalmente pelo roubo de gado e por disputas entre pastores e agricultores nas zonas mais férteis do país, especialmente devido ao aumento da desertificação e à deslocação da população.

Leia Também: Conselho de Segurança da ONU condena violência no Sudão do Sul e em Abyei

Recomendados para si

;
Campo obrigatório