Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
15º
MIN 8º MÁX 16º

Voa para os EUA sem passagem nem passaporte (e sem saber como)

Homem viajou clandestinamente da Dinamarca para os EUA na Scandinavian Airlines. Durante o voo meteu conversa com passageiros, mudou de lugar, comeu duas refeições a bordo e ainda um chocolate alheio.

Voa para os EUA sem passagem nem passaporte (e sem saber como)
Notícias ao Minuto

12:42 - 12/12/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Clandestinos

Um homem, com cerca de 40 anos, conseguiu viajar num voo comercial da Dinamarca para os EUA sem passaporte ou bilhete de avião, no dia 4 de novembro, revela esta terça-feira o The Washington Post.

De acordo com este jornal, o passageiro, que tem dupla nacionalidade (russa-israelita), está a ser acusado de entrar clandestinamente nos EUA, depois de ter desembarcado no Aeroporto Internacional de Los Angeles sem documentos.

Segundo a Scandinavian Airlines, Sergey Vladimirovich Ochigava não constava na lista do voo 931 da companhia aérea. Contudo, conseguiu embarcar.

Durante a viagem, o passageiro trocou de assento regularmente e comeu duas refeições. Meteu conversa "fiada" com outros passageiros e até comeu um chocolate alheio.

Ao ser interrogado pelo FBI, no dia seguinte, 5 de novembro, disse que não dormia há três dias e não sabia como tinha ali chegado, nem como tinha passado sem documentos pela segurança do aeroporto.

"Não se lembra como entrou no avião em Copenhaga, nem conseguiu explicar como ou quando chegou à Dinamarca, nem o que estava a fazer lá", disse a responsável pela investigação do caso, Caroline A. Walling.

Durante o interrogatório, Sergey deu acesso ao seu telemóvel. A fotografia mais recente mostra um ecrã de atualização de voos em dinamarquês, outra é um 'print screen' de um mapa com a localização de um hotel em Kiel, na Alemanha.

O passageiro clandestino contou aos agentes de FBI que tinha um doutoramento em economia e marketing e que trabalhou na Rússia "há muito tempo".

Sergey só foi descoberto ao desembarcar em Los Angeles, no momento em que teve de passar pelo posto alfandegário.

No dia 26 de dezembro, o russo-israelita será presente a tribunal.

Leia Também: Avião C919 aterra em Hong Kong no 1.º voo para fora da China continental

Recomendados para si

;
Campo obrigatório