Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 14º

Novo Observatório Europeu da Desflorestação entra em funcionamento

A Comissão Europeia anunciou hoje o lançamento do novo Observatório Europeu da Desflorestação e da Degradação Florestal, disponível 'online', para consultar mapas e dados sobre a superfície terrestre em todo o mundo.

Novo Observatório Europeu da Desflorestação entra em funcionamento
Notícias ao Minuto

16:18 - 08/12/23 por Lusa

Mundo Desflorestação

A nova ferramenta, produzida pelo Centro Comum de Investigação (CCI) da União Europeia (UE), fornece também informações sobre fenómenos associados às alterações da superfície florestal, como a desflorestação, o abate de árvores e os incêndios, bem como uma panorâmica da distribuição das espécies de árvores em todo o mundo.

A este respeito, o CCI produziu um mapa global da extensão das florestas em 2020, que é utilizado pelo novo observatório.

O objetivo da Comissão é que este mapa sirva de apoio às novas regras europeias sobre produtos não ligados à desflorestação, apresentadas em 2021 e aprovadas em maio deste ano, que visam garantir que os bens comercializados ou exportados do mercado europeu não provêm de terras desflorestadas e não contribuem para a destruição das florestas.

A nova lei europeia, que será implementada até ao final de 2024, tem como objetivo reduzir as emissões de carbono e a perda de biodiversidade causadas pelo consumo e produção de alimentos, como o cacau, o café, o óleo de palma ou a soja, cujas empresas serão obrigadas a demonstrar através de uma declaração de diligência devida.

O Observatório utiliza, igualmente, dados de satélite do programa europeu Copernicus para fornecer informações sobre as cadeias de abastecimento e garantir que cidadãos, organismos públicos e empresas consomem produtos sem desflorestação.

Em pormenor, o Observatório está estruturado em três eixos principais de informação, incluindo a monitorização do coberto florestal, ferramentas da UE para a observação "quase em tempo real" das alterações na paisagem, bem como uma visualização interativa da produção e do consumo de matérias-primas incluídas na nova lei europeia.

Neste sentido, incorpora também dados sobre o comércio destas matérias entre países terceiros e a União Europeia, como, por exemplo, a carne de bovino, a borracha ou produtos derivados como o couro, os pneus ou o mobiliário.

Leia Também: Pecuária é a principal causa da desflorestação na região amazónica

Recomendados para si

;
Campo obrigatório