Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 17º

EUA sancionam pessoas acusadas de financiar rebeldes Huthis

Os Estados Unidos sancionaram hoje 13 indivíduos e entidades acusados de transferir divisas provenientes da venda de produtos iranianos para os rebeldes Huthi do Iémen, responsáveis pelos ataques contra Israel.

EUA sancionam pessoas acusadas de financiar rebeldes Huthis
Notícias ao Minuto

18:25 - 07/12/23 por Lusa

Mundo Israel/Palestina

De acordo com o Departamento de Tesouro dos EUA, estes fundos foram gerados "através da venda e envio de produtos iranianos" e transferidos para os Huthis no Iémen "com o apoio do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica" e "através de uma rede complexa de casas de câmbio e de empresas em múltiplas jurisdições".

Os Huthis -- que controlam a capital do Iémen, Sana - fazem parte do que descrevem como o "eixo da resistência", com grupos apoiados pelo Irão, como o movimento islamita palestiniano Hamas ou o Hezbollah libanês.

Desde o início do conflito aberto entre Israel e o grupo islamita Hamas, em 07 de outubro, os Huthis lançaram vários ataques de 'drones' e mísseis contra território israelita.

"Os Huthis continuam a receber financiamento e apoio do Irão e o resultado não é surpreendente: ataques a infraestruturas civis e navios comerciais, perturbando a segurança marítima e ameaçando o comércio internacional", disse o sub-secretário do Tesouro dos EUA, Brian Nelson.

Segundo o Governo norte-americano, os ataques foram realizados contra navios comerciais que operam no Mar Vermelho e no Golfo de Aden.

"O apoio do regime iraniano aos Huthis permitiu ataques à infraestrutura civil em Israel e ao transporte marítimo comercial no Mar Vermelho e no Golfo de Aden", explicou Nelson, acrescentando que esses ataques perturbam a segurança marítima.

As pessoas e entidades visadas por estas sanções económicas fazem parte da rede de Sa'id al-Jamal, que tem sido alvo de sanções norte-americanas desde junho de 2021.

Os 13 indivíduos e entidades visados pelas sanções ficam com os seus bens nos Estados Unidos congelados, no todo ou em parte, e também estão proibidos de realizar trocas comerciais de ou para o país.

Leia Também: Houthis ameaçam voltar a atacar caso trégua em Gaza não seja prolongada

Recomendados para si

;
Campo obrigatório