Meteorologia

  • 03 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 16º

Ucrânia. Rússia acusa cidadão bielorrusso de atentados a mando de Kyiv

Os serviços de informações da Rússia (FSB) anunciaram hoje a detenção de um cidadão bielorrusso acusado de envolvimento em dois atentados contra comboios na Sibéria Oriental, "a mando da Ucrânia".

Ucrânia. Rússia acusa cidadão bielorrusso de atentados a mando de Kyiv
Notícias ao Minuto

12:31 - 07/12/23 por Lusa

Mundo Ucrânia/Rússia

"O ato de terrorismo organizado pelos serviços especiais ucranianos foi esclarecido (...) um cidadão bielorrusso nascido em 1971 foi detido na região de Omsk por ter feito explodir dois comboios de petróleo nos dias 29 e 30 de novembro", declarou o FSB citado segundo as agências noticiosas russas.

Até ao momento não foram divulgados mais detalhes sobre o cidadão da Bielorrússia.

Hoje, o FSB anunciou ainda, através de comunicado, a detenção na região de Kaliningrado, enclave russo na costa do Báltico, de um homem suspeito de "traição e sabotagem".

Segundo o FSB, o detido contactou através da internet com um agente dos serviços secretos ucranianos que lhe pediu, em troca de uma compensação financeira, para encontrar pessoas para "provocar incêndios em infra estruturas de telecomunicações e transportes".

Entre fevereiro e março deste ano, o suspeito envolveu em atividades criminosas um certo número de pessoas em 15 entidades da Federação Russa, refere-se no comunicado.

"Foram apurados mais de 15 casos de fogo posto organizados pelo suspeito, cinco dos quais foram frustrados graças à ação das forças de segurança, que detiveram dez dos autores", acrescentou o FSB.

Além disso, de acordo com a investigação, o detido forneceu aos serviços secretos ucranianos informações sobre a unidade militar na região de Kaliningrado onde tinha vivido anteriormente.

Leia Também: Rússia acusa NATO de "aumentar presença militar no Ártico"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório