Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Biden pede "forte condenação" de violência sexual perpetrada pelo Hamas

O Presidente norte-americano, Joe Biden, apelou hoje a uma "forte e inequívoca condenação da violência sexual" alegadamente perpetrada pelos "terroristas do Hamas", durante uma angariação de fundos para a sua campanha eleitoral em Boston.

Biden pede "forte condenação" de violência sexual perpetrada pelo Hamas
Notícias ao Minuto

20:35 - 05/12/23 por Lusa

Mundo Israel/Palestina

"Os terroristas do Hamas fizeram as mulheres e as meninas sofrerem tanto quanto possível" durante o ataque de 07 de outubro, disse o chefe de Estado, acrescentando: "O mundo não pode desviar o olhar".

Num ataque sem precedentes, comandos do Hamas invadiram o sul de Israel em 07 de outubro e mataram 1.200 pessoas, segundo as autoridades israelitas.

Os atacantes também raptaram 240 pessoas que levaram para a Faixa de Gaza, 137 das quais continuam a ser mantidas reféns, de acordo com o exército israelita.

A polícia israelita também disse estar a investigar possíveis violências sexuais cometidas em 07 de outubro, incluindo violações em grupo e a mutilação de cadáveres.

Os investigadores israelitas recolheram até agora "mais de 1.500 testemunhos chocantes e dolorosos", disse uma agente da polícia ao parlamento israelita na semana passada.

A agente referia-se a "raparigas despidas acima e abaixo da cintura" e a relatos de violação em grupo, da mutilação e do assassinato de uma jovem.

O Hamas rejeitou as acusações de violação e violência sexual, descrevendo-as como mentiras.

Em represália pelo ataque de 07 de outubro, o exército israelita lançou bombardeamentos sobre a Faixa de Gaza, interrompidos durante uma semana de tréguas, que mataram quase 15.900 pessoas, segundo o Hamas.

Leia Também: Hamas rejeita novas negociações caso Telavive prossiga ataques em Gaza

Recomendados para si

;
Campo obrigatório