Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

Joalheiro condenado a 17 anos de prisão por matar assaltantes em Itália

Um tribunal da cidade de Asti, no norte de Itália, condenou hoje a 17 anos de prisão um joalheiro acusado de ter matado dois homens e ferido um terceiro enquanto estes assaltavam a sua loja em 2021.

Joalheiro condenado a 17 anos de prisão por matar assaltantes em Itália
Notícias ao Minuto

16:49 - 04/12/23 por Lusa

Mundo Itália

Mario Roggero foi declarado culpado dos homicídios de Giuseppe Mazzarino, 58 anos, e Andrea Spinelli, 44 anos, e da tentativa de homicídio de Alessandro Modica.

Apesar de ter sofrido um ferimento na perna durante o assalto à loja, situada na localidade de La Morra, na província de Cuneo, Alessandro Modica conseguiu fugir, mas foi detido pelas autoridades algumas horas após o crime.

O Ministério Público solicitou anteriormente uma pena de 14 anos para Roggero, de 68 anos.

"A palavra 'defesa' entra em conflito com o vídeo (do tiroteio), no qual se assiste a uma execução", disse o procurador quando apresentou o pedido de condenação.

O vice-primeiro-ministro e ministro dos Transportes e Infraestruturas italiano, Matteo Salvini, manifestou a sua solidariedade para com Mario Roggero.

"O joalheiro defendeu a sua vida e o seu negócio", disse Salvini, também líder do partido italiano Liga (extrema-direita).

"Os verdadeiros criminosos são aqueles que merecem a prisão", acrescentou.

Leia Também: Duas pessoas detidas por propaganda terrorista em Itália

Recomendados para si

;
Campo obrigatório