Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 15º MÁX 27º

Polónia exige o regresso ao sistema de licenças de transportes

O primeiro-ministro polaco apelou hoje ao restabelecimento do sistema europeu de licenças para as empresas de transporte ucranianas que enviam camiões para a Polónia, após um mês de bloqueio da fronteira por camionistas polacos.

Polónia exige o regresso ao sistema de licenças de transportes
Notícias ao Minuto

15:37 - 04/12/23 por Lusa

Mundo Ucrânia

"Exigiremos de forma muito firme e inequívoca a restauração do sistema de licenças de transporte para camiões ucranianos e motoristas ucranianos que atravessam a Polónia e que permanecem", disse Mateusz Morawiecki aos jornalistas.

"Este sistema funcionou até à primavera de 2022 e funcionou bem, depois foi alterado pela Comissão Europeia e hoje os camionistas estão a bloquear a fronteira", acrescentou.

A reintrodução deste sistema é a principal reivindicação dos camionistas polacos, que desde o início de novembro bloqueiam os principais pontos de passagem entre o seu país e o território ucraniano, denunciando a "concorrência desleal" das empresas de transporte ucranianas.

O bloqueio criou filas intermináveis na fronteira e é um grande problema económico para a Ucrânia, que depende fortemente da rota para as suas exportações e importações.

Os manifestantes afirmam que os seus rendimentos diminuíram, apontando em particular o abandono deste sistema de licenças que regia o acesso das empresas de transporte ucranianas à União Europeia.

A UE abandonou este sistema para apoiar Kiev após o início da invasão russa em fevereiro de 2022. Assinado pela primeira vez por um ano em junho de 2022, o acordo que visa abrir o transporte de mercadorias entre a Ucrânia e a UE foi então prorrogado até junho de 2024.

Hoje, na sequência de um acordo alcançado na véspera entre os dois países, os primeiros camiões, sem carga, cruzaram a fronteira entre a Ucrânia e a Polónia, segundo os guardas de fronteira ucranianos.

A passagem gratuita dos camiões vazios que vêm da Ucrânia foi outra condição imposta pelos camionistas polacos.

Nos termos do acordo alcançado, ambas as partes concordaram em abrir o ponto de passagem Ougryniv-Dolhobyczow a estes camiões. Esta decisão diz respeito apenas aos veículos vazios que vão da Ucrânia para a Polónia.

Hoje, o ministro dos Negócios Estrangeiros polaco saudou esta decisão, mas considerou-a insuficiente.

"É um gesto na direção certa, mas um gesto que ainda não é suficiente, não resolverá o problema", disse Szymon Szynkowski vel Sek à rádio privada ZET.

Leia Também: Polónia e Ucrânia abrem nova rota fronteiriça para camiões vazios

Recomendados para si

;
Campo obrigatório