Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 16º

COP28? ONG denuncia "abusos generalizados" a migrantes em país anfitrião

A Human Rights Watch (HRW) denunciou hoje "abusos generalizados" contra trabalhadores migrantes nos Emirados Árabes Unidos (EAU), país anfitrião da conferência do clima COP28, defendendo que os direitos destes "são questão de justiça climática".

COP28? ONG denuncia "abusos generalizados" a migrantes em país anfitrião
Notícias ao Minuto

07:45 - 03/12/23 por Lusa

Mundo COP28

"E devem ser tratados como tal, particularmente na COP28, uma conferência dedicada à promoção da ação climática que se realiza num país que é esmagadoramente dependente de trabalhadores migrantes", lê-se num comunicado da HRW.

Na nota, a organização não-governamental defendeu que os trabalhadores migrantes nos EAU enfrentam "múltiplos danos diretamente relacionados com o agravamento da crise climática".

"Os trabalhadores ao ar livre nos Emirados Árabes Unidos estão desproporcionadamente expostos ao calor extremo, que está ligado a danos crónicos para a saúde, sem proteção e compensação adequadas", alerta a organização de defesa dos direitos humanos.

Os abusos laborais que enfrentam, continuou a HRW, "como o roubo de salários, limitam a capacidade de enviar apoio financeiro para casa, mesmo quando as famílias enfrentam catástrofes relacionadas com o clima".

A organização recordou que o país anfitrião "tem sido associado a uma série de abusos laborais, incluindo roubo de salários, taxas de recrutamento e exposição a calor extremo".

Apelou, por isso, aos participantes na cimeira para "prestarem atenção redobrada aos abusos generalizados" que os trabalhadores enfrentam "no âmbito do abusivo sistema de 'kafala' [patrocínio] do país".

Trata-se de um sistema para monitorizar os trabalhadores migrantes e que exige que estes tenham um patrocinador.

Leia Também: HRW alerta para "vigilância intrusiva" sobre participantes na COP28

Recomendados para si

;
Campo obrigatório