Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 14º

Contraofensiva? Moscovo diz que Kyiv perdeu mais de 125 mil tropas

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, afirmou hoje que as forças armadas ucranianas perderam mais de 125.000 militares nos últimos seis meses durante a sua contraofensiva militar, que não obteve ganhos estratégicos relevantes.

Contraofensiva? Moscovo diz que Kyiv perdeu mais de 125 mil tropas
Notícias ao Minuto

16:04 - 01/12/23 por Lusa

Mundo Sergei Shoigu

"A mobilização total na Ucrânia, o fornecimento de armas ocidentais e a introdução de reservas estratégicas na batalha pelo comando ucraniano não alteraram a situação no campo de batalha", disse Shoigu, que sublinhou que estas "ações desesperadas" apenas aumentaram as baixas do lado ucraniano.

Shoigu elogiou as capacidades das tropas russas, que estão a agir "de forma competente e decisiva" para infligir danos ao lado ucraniano, que perdeu 16.000 armas, segundo a agência noticiosa russa TASS.

"Continuaremos a conduzir uma defesa ativa e a aumentar o potencial de combate das forças armadas", acrescentou Shoigu, acrescentando que a Rússia está a construir um total de sete campos de treino em território ucraniano ocupado, dois dos quais já estão prontos para serem utilizados.

Finalmente, o responsável russo da Defesa disse que está prevista mais formação do pessoal militar para 2024, de modo a completar as tarefas da "operação militar especial", o eufemismo de Moscovo para a invasão russa da Ucrânia, que começou em fevereiro de 2022.

Leia Também: Ministros da Rússia e Burkina Faso acordam reforço de cooperação militar

Recomendados para si

;
Campo obrigatório