Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

Presidente de Taiwan descarta invasão chinesa a curto prazo

A líder taiwanesa, Tsai Ing-Wen, descartou hoje uma invasão da China a Taiwan a curto prazo, devido aos desafios internos que Pequim enfrenta, mas alertou para a tentativa de interferência nas eleições presidenciais de janeiro.

Presidente de Taiwan descarta invasão chinesa a curto prazo
Notícias ao Minuto

06:43 - 30/11/23 por Lusa

Mundo Diplomacia

"Acho que os líderes chineses neste momento estão sobrecarregados com os seus desafios internos", destacou Tsai Ing-Wen, numa entrevista transmitida hoje na conferência DealBook Summit, em Nova Iorque.

"Acho que talvez agora não seja o momento para eles considerarem uma grande invasão de Taiwan", acrescentou.

A transmissão da entrevista ocorre duas semanas depois do encontro entre os presidentes norte-americano e chinês em São Francisco, à margem da cimeira dos países da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (Apec).

A discussão entre Joe Biden e Xi Jinping teve como objetivo, em particular, aliviar a tensão entre as duas potências mundiais e evitar qualquer espiral de conflito.

Mas os dois líderes continuam em polos opostos na questão de Taiwan, território apoiado por Washington, com o Presidente chinês a dizer a Joe Biden que uma reunificação da ilha autónoma é inevitável.

A China considera Taiwan como uma província que ainda não conseguiu reunificar com o resto do seu território, desde o fim da guerra civil em 1949.

Para a líder de Taiwan, a China enfrenta, no entanto, turbulências económicas, financeiras e políticas, que afasta o cenário de uma invasão.

Mas Pequim ainda tenta interferir nas eleições presidenciais de janeiro em Taiwan, alertou Tsai Ing-Wen.

"Todas as eleições importantes em Taiwan desde 1996 testemunharam operações de influência semelhantes por parte da China", realçou a governante, apontando para o uso de ameaças militares e pressão económica.

As eleições presidenciais de Taiwan estão a ser observadas de perto em Pequim e Washington, porque o seu resultado poderá determinar o futuro das relações entre a ilha e a China.

Taiwan é uma importante figura na produção de semicondutores, componentes essenciais para a economia global.

Questionada sobre uma possível perda de importância de Taiwan aos olhos de Washington, com as tentativas dos Estados Unidos de deslocalizar a sua produção de semicondutores, Tsai Ing-Wen respondeu que a indústria taiwanesa não pode ser suplantada neste domínio.

Leia Também: Dez pessoas acusadas em Taiwan de espionagem a favor de Pequim

Recomendados para si

;
Campo obrigatório