Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

ONU alerta para situação dramática dos civis no norte de Gaza

A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) anunciou hoje o envio de ajuda humanitária aos civis que ainda permanecem em Jabalia, no norte de Gaza, numa situação dramática.

ONU alerta para situação dramática dos civis no norte de Gaza
Notícias ao Minuto

08:40 - 29/11/23 por Lusa

Mundo Israel

Trata-se da primeira operação destinada a estes habitantes desde o início da guerra, tendo o organismo denunciado danos "desoladores" causados na zona pelos fortes bombardeamentos israelitas.

De acordo com um comunicado da agência da ONU, uma coluna de seis camiões com ajuda "muito necessária" chegou na segunda-feira aos abrigos da UNRWA em Jabalia. 

"A zona estava sem assistência há quase 50 dias", declarou o diretor da UNRWA em Gaza, Thomas White, que afirmou que o impacto dos fortes ataques aéreos e dos bombardeamentos "é muito visível" e "complica a distribuição da ajuda".

"Uma confusão de escombros, metal retorcido e chapas de ferro espalhadas por todo o lado. Quando passámos de carro pela cidade de Gaza, parecia uma cidade fantasma, todas as ruas estavam desertas. As estradas estão cheias de crateras", disse Thomas White em comunicado.

O responsável recordou que mais de 70% da população de Gaza foi deslocada pela guerra e que mais de um milhão de pessoas estão atualmente em abrigos da UNRWA, 100 mil das quais em 50 abrigos no norte.

O responsável referiu ainda que as pessoas do norte do enclave palestiniano continuam a aproveitar a pausa humanitária, que começou na sexta-feira e foi prolongada na segunda-feira por mais dois dias, para se deslocarem para sul, no meio de condições meteorológicas difíceis.

"Devido às fortes chuvas, vimos pessoas cobertas de lama, carregando o que podiam. Uma jovem mãe caminhava ao longo da sarjeta com as suas duas filhas pequenas, ambas a chorar. Uma das raparigas segurava um dos seus sapatos enlameados. Vimos homens jovens, mulheres, crianças, idosos. Algumas pessoas foram empurradas em cadeiras de rodas", disse White.

"Muitas famílias permanecem nas suas casas danificadas pela guerra, o único sítio a que chamam lar. Disseram-nos que tinham medo de fazer a viagem para sul e experimentar as depravações da deslocação noutra parte da Faixa de Gaza que não foi poupada pela guerra", acrescentou.

Desde o início da trégua, a UNRWA prestou assistência em vários dos abrigos no norte.

Esta assistência incluiu material médico, alimentos, farinha de trigo, água, tendas e cobertores.

"A UNRWA apela a que a pausa se transforme num cessar-fogo humanitário total, a fim de dar uma trégua à população e permitir que a ajuda humanitária e os bens comerciais entrem sem interrupção na Faixa de Gaza", concluiu.

Leia Também: Cessar-fogo duradouro em Gaza ainda longínquo, consideram analistas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório