Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 15º MÁX 27º

Seul, Tóquio e Pequim comprometem-se a restaurar e normalizar cooperação

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Sul, Japão e China comprometeram-se hoje a "restaurar e normalizar" a cooperação o mais rapidamente possível.

Seul, Tóquio e Pequim comprometem-se a restaurar e normalizar cooperação
Notícias ao Minuto

10:45 - 26/11/23 por Lusa

Mundo Cooperação

Durante a primeira reunião trilateral do género em quatro anos, realizada hoje com caráter de urgência após o recente lançamento de um satélite espião norte-coreano, os chefes da diplomacia das três potências, Park Jin (Coreia do Sul), Yoko Kamikawa (Japão) e Wang Yi (China), reuniram-se na cidade de Busan, no sul da península coreana, para partilhar pontos de vista sobre questões de interesse comum e para tentar coordenar a retoma das cimeiras trilaterais que se encontram paralisadas.

Os três ministros comprometeram-se a prosseguir os esforços para "garantir a realização de uma cimeira [trilateral] num futuro próximo" e concordaram em "acelerar os preparativos necessários", afirmou Park após a reunião, em declarações divulgadas pela agência noticiosa local Yonhap.

Até há alguns anos, a Coreia do Sul, o Japão e a China dispunham de um mecanismo de cooperação para enfrentar os desafios na região, que incluía reuniões regulares entre os seus líderes, mas os encontros foram suspensos devido à pandemia de covid-19 e às tensões diplomáticas entre Seul e Tóquio sobre disputas históricas.

A última cimeira trilateral entre os três países asiáticos teve lugar em dezembro de 2019 na cidade chinesa de Chengdu.

"É importante institucionalizar a cooperação trilateral para que se possa desenvolver um sistema estável e sustentável", disse Park aos homólogos no início da reunião, segundo os meios de comunicação social locais.

A reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros ocorre após o lançamento, na passada terça-feira, do primeiro satélite espião da Coreia do Norte, um acontecimento que conferiu um significado especial à reunião, uma vez que aumentou a tensão na península e na região.

Os ministros partilharam pontos de vista sobre a questão e concordaram em continuar a comunicar a todos os níveis para ajudar a resolver as questões emergentes relacionadas com Pyongyang, de acordo com Park.

Numa reunião bilateral entre Park e Wang no início do dia, o ministro dos Negócios Estrangeiros chinês garantiu que Pequim vai desempenhar um papel conciliador para ajudar a manter a estabilidade na região.

"A China, a Coreia [do Sul] e o Japão devem desempenhar um papel positivo no desenvolvimento regional e global com uma atitude mais honesta", sublinhou o ministro chinês no início das conversações trilaterais, destacando também o "grande potencial" das relações em vários domínios, segundo as declarações publicadas pela Yonhap.

A ministra Kamikawa observou que a cooperação tripartida está a tornar-se mais importante pela "grande contribuição para a paz e a prosperidade" no meio dos "atuais crescentes riscos" e afirmou que ultrapassá-los "dependerá da forma como se puder colaborar com novas ideias" a partir do ponto de partida de restabelecimento da cooperação.

A este respeito, os três ministros dos Negócios Estrangeiros concordaram em continuar a trabalhar para levar o intercâmbio um passo mais longe em matéria de tecnologia, saúde pública, economia e comércio, bem como entre os seus cidadãos, afirmou o Ministério dos Negócios Estrangeiros japonês numa declaração sobre as conclusões.

Park, Kamikawa e Wang também trocaram pontos de vista sobre o conflito israelo-palestiniano e a libertação de reféns em curso, bem como sobre a guerra na Ucrânia, embora não tenham sido inicialmente comunicados quaisquer comentários do lado sul-coreano ou japonês durante a reunião com o ministro dos Negócios Estrangeiros chinês.

Leia Também: Trump critica acordo de troca de reféns por excluir norte-americanos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório