Meteorologia

  • 02 MARçO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 14º

Cabo de fibra ótica da timorense Sacomtel já chegou a Timor-Leste

O cabo de fibra ótica da Sacomtel já chegou a Batugadé, localidade na fronteira de Timor-Leste com província indonésia de Timor Ocidental, anunciou hoje o presidente da empresa timorense, Abílio Araújo.

Cabo de fibra ótica da timorense Sacomtel já chegou a Timor-Leste
Notícias ao Minuto

06:23 - 20/11/23 por Lusa

Mundo Timor-Leste

"Já chegou a Batugadé e Batugadé já ligou à Timor Telecom", disse Abílio Araújo, depois da cerimónia de lançamento do cabo na Presidência timorense, com a presença do chefe de Estado, José Ramos-Horta.

A Sacomtel e a empresa indonésia PLN Icon Plus acordaram em junho a ligação de um cabo de fibra ótica terrestre entre as duas metades da ilha de Timor, e desde aí, para Singapura.

A porta de entrada da fibra ótica em Timor-Leste é feita através da Batugadé International Gateway, uma nova base de telecomunicações na zona fronteiriça.

"Isto significa primeiro que Timor deixa de estar isolado. Na minha própria experiência, os grandes empresários, os grandes grupos quando chegam a Timor a primeira coisa de que se queixam é a inacessibilidade, é a falta de conectividade", explicou Abílio Araújo.

Em segundo lugar, segundo o empresário timorense, a ligação vai "permitir de facto um acesso ao mercado" e a serviços como, por exemplo, o comércio eletrónico ou acesso a serviços bancários eletrónicos.

"Não há dúvida nenhuma que a ligação por cabo de fibra ótica é, até prova em contrário, a melhor ligação e garante a melhor conectividade", salientou Abílio Araújo.

Terminada a primeira fase do projeto, a segunda fase passa por estender o cabo até Díli, capital timorense.

O projeto rondará um investimento total entre 25 e 30 milhões de dólares (entre 22,9 e 27,5 milhões de euros), segundo o empresário timorense.

Questionado pela Lusa sobre o valor a pagar pelo serviço de fornecimento de Internet, Abílio Araújo salientou que não fala em "preço", mas "em qualidade".

"Mas garanto que o preço não vai ser mais caro do que o atual. O nosso produto não vai ser mais caro do que o atual", sublinhou.

Segundo dados do Banco Mundial, 39% da população timorense utilizava internet em 2021.

Leia Também: Banco Mundial alerta para crise de capital humano em Timor-Leste

Recomendados para si

;
Campo obrigatório