Meteorologia

  • 18 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 25º

Papa reafirma: "Adesão à maçonaria por parte de um fiel é proibida"

A reafirmação do Vaticano surge após uma de um bispo filipino, que manifestou "preocupação" com a "situação na sua diocese, devido ao aumento contínuo do número de membros da maçonaria".

Papa reafirma: "Adesão à maçonaria por parte de um fiel é proibida"
Notícias ao Minuto

16:10 - 15/11/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Papa Francisco

O Dicastério para a Doutrina da Fé (CDF) publicou um texto, datado de 13 de novembro, onde reafirmou que "a adesão ativa à maçonaria por parte de um fiel é proibida". O documento foi assinado pelo prefeito do Vaticano, o cardeal argentino Víctor Manuel Fernández, e aprovado pelo Papa Francisco. 

A reafirmação do Vaticano surge após uma questão de D. Julito Cortes, bispo de Dumanguete, nas Filipinas, que manifestou "preocupação" com a "situação na sua diocese, devido ao aumento contínuo do número de membros da maçonaria".

O bispo filipino "pediu sugestões sobre a forma de lidar adequadamente com esta realidade do ponto de vista pastoral, tendo também em conta as implicações doutrinais", explicou o CDF, citado pela agência de notícias do Vaticano, Vatican News.

Assim, o dicastério reitera que "a adesão ativa à maçonaria por parte de um fiel é proibida, devido à irreconciliabilidade entre a doutrina católica e a maçonaria (cf. a Declaração da Congregação para a Doutrina da Fé sobre as associações maçónicas, de 1983, e as Orientações publicadas pela Conferência Episcopal em 2003)".

"Aqueles que formal e conscientemente são membros de lojas maçónicas e abraçaram os princípios maçónicos são abrangidos pelas disposições da Declaração acima mencionada. Estas medidas aplicam-se também a todos os clérigos inscritos na Maçonaria", acrescenta. 

Sublinhe-se que a Declaração da Congregação para a Doutrina da Fé sobre as associações maçónicas foi aprovada em 1983 pelo então Papa João Paulo II e dita que os católicos "em associações maçónicas estão em pecado grave e não podem receber a Sagrada Comunhão".

Leia Também: Papa lembra JMJ e diz que evento "superou todas as expectativas"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório