Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Político de partido extremista alemão AfD detido por demonstrações nazis

Detenção ocorreu horas antes de Daniel Halemba ganhar imunidade parlamentar, após o partido ter tido o seu melhor resultado de sempre nas eleições regionais na Bavaria.

Político de partido extremista alemão AfD detido por demonstrações nazis
Notícias ao Minuto

17:09 - 30/10/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Alemanha

Um jovem político alemão do Alternative für Deutschland (AfD), o partido de extrema-direita alemão várias vezes ligado a movimentos extremistas neonazis, foi detido na sexta-feira por... estar ligado a uma fraternidade nazi. 

Daniel Halemba, de 22 anos, foi eleito no início do mês para o parlamento regional da Bavaria, sendo um entre os 32 deputados que protagonizaram o melhor resultado de sempre da AfD na Bavaria, no sul da Alemanha. O AfD passou a ser o maior partido da oposição na região, numa altura em que o partido parece estar a ter um ressurgimento, após alguns resultados positivos à conta uma retórica anti-imigração e xenófoba.

Segundo contaram as autoridades, Halemba fazia parte de uma fraternidade de estudantes em Würzburg, onde a polícia encontrou vários símbolos nazis. As autoridades fizeram uma rusga à 'Tuetonia Prag' depois de vizinhos terem-se queixado de ouvirem o grito nazi 'Sieg Heil' vindo do local.

A polícia, citada pela BBC, acrescentou que foram "confirmadas as alegações dos vizinhos".

Halemba foi, curiosamente, detido poucas horas antes de ser abrangido pelo regime de imunidade parlamentar, que conquistara após a eleição.

Slogans e símbolos nazis são completamente proibidos na Alemanha, dado o passado do país durante os anos 30 e 40 do século XX. Tal como a expressão 'Sieg Heil', fazer uma saudação nazi ou demonstrar sinais nazis em público, como a suástica, é crime e pode ser punido com multas ou até três anos de prisão.

Quando foi detido, Halemba encontrava-se em Estugarda, noutra região da Alemanha. O jovem político respondeu pouco depois à detenção, publicando um vídeo nas redes sociais em que considerava o mandado de captura "completamente ilegal".

A AfD também comentou a detenção de um dos seus deputados, atacando as autoridades e classificando a acusação como "politicamente motivada".

Leia Também: Ex-soldado nazi ovacionado no parlamento canadiano acusado de genocídio

Recomendados para si

;
Campo obrigatório