Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 19º

Donald Tusk pede ao presidente da Polónia condições para formar governo

O líder da oposição na Polónia, Donald Tusk, que venceu as eleições legislativas em coligação, pediu hoje condições para poder formar um novo Governo rapidamente.

Donald Tusk pede ao presidente da Polónia condições para formar governo
Notícias ao Minuto

15:50 - 17/10/23 por Lusa

Mundo Donald Tusk

Três partidos da oposição que prometeram restaurar os padrões democráticos na Polónia obtiveram juntos mais de 54% dos votos nas eleições parlamentares do fim de semana no país, colocando-os em posição de formar governo, de acordo com uma contagem completa dos votos divulgada hoje.

A constituição da Polónia exige agora que o Presidente, Andrzej Duda, avalie o novo alinhamento político de forças e nomeie um novo primeiro-ministro encarregado de formar um Governo, que necessitará da aprovação do Parlamento.

Numa declaração em vídeo, Tusk apelou a Duda para que tome "decisões enérgicas e rápidas", sublinhando que "os partidos democráticos vencedores estão prontos para assumir a responsabilidade de governar o país a qualquer momento".

Duda é aliado do partido conservador Lei e Justiça, que está no poder desde 2015, governando durante oito anos turbulentos e que nestas eleições obteve pouco mais de 35% dos votos, apesar de ter sido o partido fora de coligações com mais votos.

Contudo, este partido já admitiu que não tem condições para se manter no poder, tal como a maioria no Parlamento e o seu líder, Jaroslaw Kaczynski.

O partido Lei e Justiça foi penalizado eleitoralmente, depois de ter sido criticado por querer assumir o controlo dos tribunais através de mecanismos legais que violam a Constituição.

O resultado da eleição do passado fim de semana foi uma importante vitória para Tusk, chefe do maior movimento de oposição, a Coligação Cívica, podendo agora regressar ao cargo de primeiro-ministro, que já ocupou de 2007 a 2014.

Tusk também já foi presidente do Conselho Europeu, de 2014 a 2019.

O sucesso de Tusk é ainda mais notável tendo em conta que os meios de comunicação estatais se esforçaram por o retratar como um fantoche da Alemanha e da Rússia.

O resultado parece ter sido um alívio para os polacos que se revelam preocupados com o isolamento internacional do país, num momento de guerra na fronteira com a Ucrânia e com as constantes disputas com Bruxelas, que alguns temeram poder levar à saída do país da União Europeia.

Leia Também: Polónia. Líder da oposição Donald Tusk declara vitória nas legislativas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório