Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 25º

Deslizamento de terras provocou pelo menos 23 mortos em Yaoundé

Pelo menos 23 pessoas morreram num deslizamento de terras provocado pelas chuvas torrenciais de domingo à noite em Yaoundé, a capital dos Camarões, segundo um relatório provisório de uma fonte dos bombeiros, que prosseguem as buscas.

Notícias ao Minuto

12:22 - 09/10/23 por Lusa

Mundo Camarões

Os desmoronamentos de parcelas de terreno durante a estação das chuvas são frequentes em Yaoundé, uma cidade com muitas colinas e em cujas encostas são construídas habitações por vezes precárias.

Desta vez, o drama ocorreu ao início da noite de domingo no bairro de Mbankolo, na periferia noroeste de Yaoundé, e foi provocado pela rutura de um dique que retém as águas de um lago artificial situado numa zona elevada, segundo a televisão pública CRTV.

"Ontem [domingo] retirámos 15 mortos e hoje de manhã retirámos oito. Prosseguimos as buscas", disse David Petatoa Poufong, segundo comandante dos bombeiros nacionais, aos jornalistas no local.

Os corpos das oito vítimas encontrados hoje foram levados para uma viatura dos bombeiros a meio da manhã, cobertos por lençóis, perante uma multidão de curiosos e familiares que choravam, relatou um jornalista da AFP no local.

Um bombeiro que falava com o seu chefe disse que pelo menos uma criança tinha morrido, relatou o jornalista.

As imagens transmitidas pelo canal público de televisão CRTV mostram uma secção inteira da encosta desmoronada e os restos de casas claramente construídas com materiais frágeis, incluindo madeira, tijolos de terra seca e chapas de metal.

Ao longe, o jornalista da AFP pôde ver os restos de habitações da encosta arrastadas pelo deslizamento de terras.

"Houve um deslizamento de terras depois de uma chuva forte. A água arrastou tudo o que encontrou pelo caminho", disse à rádio pública Daouda Ousmanou, o adjunto da presidência da câmara do setor II de Yaoundé, onde se situa o bairro de Mbankolo.

Segundo a CRTV, as chuvas torrenciais provocaram uma "rutura no dique" do bairro, o que "desencadeou um deslizamento de lama" e "cerca de trinta casas foram destruídas".

O canal difundiu igualmente imagens, aparentemente tiradas durante a noite, que mostravam torrentes de água e lama que continuavam a correr nos locais, bem como pelo menos três corpos sem vida cobertos por lençóis.

Em 27 de novembro de 2022, pelo menos 15 pessoas morreram na sequência do desmoronamento de uma encosta no bairro de Damas, a sul de Mbankolo.

Neste bairro operário, as chuvas torrenciais provocaram o desmoronamento de um terreno baldio na encosta, enquanto a multidão assistia a uma homenagem fúnebre.

Leia Também: Deslizamento de terras na Suécia deixa três feridos e buraco em estrada

Recomendados para si

;
Campo obrigatório