Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 20º MÁX 28º

Senador Bob Menendez declara-se não culpado das acusações de suborno

O senador Bob Menendez declarou-se hoje não culpado das acusações federais de suborno, em um tribunal de Manhattan, Nova Iorque, dias depois de ser acusado de corrupção, para favorecer o governo egípcio e empresários.

Senador Bob Menendez declara-se não culpado das acusações de suborno
Notícias ao Minuto

23:43 - 27/09/23 por Lusa

Mundo EUA

Este senador democrata, de origem cubana, pagou uma fiança de 100 mil dólares e entregou o passaporte pessoal, se bem que possa ficar com o oficial por razões relacionadas com o exercício do cargo, único motivo que lhe permitirá sair dos EUA.

A procuradoria do distrito sul de Nova Iorque acusou na sexta-feira Menendez e a esposa, Nadine Arslanian, de terem aceitado centenas de milhares de dólares em subornos, em troca de usar a influência política para "proteger e enriquecer empresários e beneficiar o governo de Egito", o que negaram.

Nadine também se declarou hoje não culpada de uma acusação de conspiração relacionada com subornos.

Os subornos que a família Menendez alegadamente recebeu desde pelo menos 2018 e até 2022 foram dinheiro vivo, lingotes de ouro, pagamentos de uma hipoteca, um emprego em que se requeria uma presença quase nula de Nadine e um veículo Mercedes-Benz.

Neste caso, também estão acusados os três empresários que alegadamente subornaram Menendez: Wael Hana, José Uribe e Fred Daibes, ligados ao governo egípcio segundo a acusação.

Na residência dos Menendez, o FBI encontrou escondidos meio milhão de dólares, em dinheiro vivo, divulgaram os procuradores.

Congressista desde há 30 anos, o agora senador, que procura a reeleição em 2024, defendeu a sua inocência e negou-se a renunciar, apesar de pedidos nesse sentido de vários pares, designadamente democratas.

Esta é a segunda vez em uma década que Menendez é acusado de corrupção, se bem que o processo anterior tenha sido encerrado, depois de os jurados não terem chegado a acordo para um veredicto.

Em 2015, Menendez tinha sido acusado de 14 crimes relacionados com o recebimento de centenas de milhares de dólares em ofertas luxuosas e donativos para campanha eleitoral de um oftalmologista da Florida, Salomon Melgen, que foi declarado culpado de fraude e sentenciado a mais de 15 anos de prisão.

Leia Também: Senador democrata Cory Booker junta-se aos que pedem demissão de Menendez

Recomendados para si

;
Campo obrigatório