Meteorologia

  • 12 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 27º

Marrocos. Cruz Vermelha Alemã cancela voo com ajuda devido a novas regras

A Cruz Vermelha Alemã (DRK) anunciou hoje o cancelamento de um voo que deveria levar ajuda às vítimas do terramoto em Marrocos devido a "novos regulamentos" de última hora que tornaram a missão impossível.

Marrocos. Cruz Vermelha Alemã cancela voo com ajuda devido a novas regras
Notícias ao Minuto

12:45 - 14/09/23 por Lusa

Mundo Marrocos

Be"Foram anunciados à última hora novos regulamentos e requisitos, tornando impossível que o avião descolasse hoje", explicou a DRK num comunicado citado pela agência francesa AFP.

Sem adiantar pormenores sobre as alterações, a DRK disse que os parceiros locais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho não tiveram "qualquer influência" no cancelamento do voo humanitário.

"Lamentamos profundamente estes desenvolvimentos, uma vez que as pessoas no terreno precisam urgentemente de ajuda após o grave terramoto" de sexta-feira à noite, referiu.

O sismo, que as autoridades marroquinas disseram ter tido uma magnitude de 7,0 na escala de Richter, causou 2.946 mortos e 5.674 feridos, segundo o balanço mais recente do Governo de Rabat.

O avião com ajuda humanitária deveria ter descolado hoje do aeroporto de Leipzig, no leste da Alemanha, em resposta a um pedido de ajuda do Crescente Vermelho marroquino, segundo a DRK.

"A entrega de bens humanitários de acordo com o nosso parceiro no terreno é essencial para a missão humanitária do nosso movimento e para as pessoas no terreno", insistiu.

A Cruz Vermelha Alemã acrescentou que estava a trabalhar para "eliminar o atraso" na entrega da ajuda.

As autoridades marroquinas recusaram algumas ofertas de ajuda internacional, incluindo de Portugal, invocando dificuldades logísticas.

Alegaram que pretendiam evitar um engarrafamento da ajuda nas regiões e aldeias mais afetadas, cujo acesso é por vezes muito difícil.

Apenas as equipas de socorro de alguns países, incluindo a Espanha e a Grã-Bretanha, foram autorizadas a entrar no país.

Na terça-feira, a Cruz Vermelha lançou um apelo de cerca de 100 milhões de euros para apoiar as operações de socorro.

Leia Também: Sismo em Marrocos. EUA oferecem um milhão de dólares em ajuda humanitária

Recomendados para si

;
Campo obrigatório