Meteorologia

  • 29 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 15º MÁX 29º

Violação? Parceiro de Meloni culpa vítima: "Se evitares embebedar-te..."

Em resposta, Giamburno denunciou "uma polémica surrealista" e a "instrumentalização" das suas declarações.

Violação? Parceiro de Meloni culpa vítima: "Se evitares embebedar-te..."
Notícias ao Minuto

23:59 - 29/08/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Andrea Giambruno

O jornalista Andrea Giambruno, companheiro da primeira-ministra italiana Giorgia Meloni, foi alvo de uma polémica esta terça-feira, depois de ter comentado um caso de violação em grupo de uma jovem de 19 anos em Palermo, afirmando que esta devia evitar "embebedar-se".

Neste caso, a vítima descreveu a forma como os seus agressores a obrigaram a beber e imagens de videovigilância mostraram-na a cambalear enquanto sete jovens a levavam.

"Se vais dançar, tens todo o direito de te embebedar - não deve haver mal-entendidos nem reservas - mas se evitares embebedar-te e desmaiar, provavelmente também evitas certos problemas e o risco, de facto, de te atirares para a cova dos leões", referiu Giambruno, durante uma emissão do programa 'Diário do Dia' no canal Rete 4, operado pela Mediaset, noticia o La Repubblica.

Os líderes da oposição ao governo de direita de Giorgia Meloni reagiram imediatamente. "Expresso a minha solidariedade para com a vítima da violação de Palermo, que não pode, para além do que viveu, sofrer os insultos infames daqueles que fazem as vítimas sentirem-se culpadas", reagiu Elly Schlein, secretária nacional do Partido Democrático (PD), o principal partido de esquerda.

Também a deputada do PD, Chiara Braga, apelou à primeira-ministra italiana Giorgia Meloni, companheira de Giambruno, para que "se distancie destas palavras", segundo noticia o diário Corriere della Sera.

Em resposta, Giamburno denunciou "uma polémica surrealista" e a "instrumentalização" das suas declarações, recordando que tanto ele como os seus convidados condenaram repetidamente os autores dos atos "abomináveis", qualificando os agressores de "animais".

Esta não é a primeira polémica envolvendo Giambruno, que foi rotulado de negacionista do clima depois de ter feito comentários sobre a vaga de calor que atingiu a Itália em julho. "Não é uma notícia", afirmou, na altura.

De facto, o jornalista também se manifestou contra o ministro alemão da Saúde, Karl Lauterbach, que questionou a conveniência de viajar para certas zonas do Sul da Europa devido ao clima. "Fiquem na Floresta Negra", disse-lhe.

Leia Também: Itália está a agir de forma "correta" com os imigrantes, diz Meloni

Recomendados para si

;
Campo obrigatório