Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
30º
MIN 17º MÁX 33º

Enfermeira culpada da morte de sete recém-nascidos em hospital britânico

Crimes ocorreram na unidade neonatal do Hospital Condessa de Chester, entre 2015 e 2016. Lucy Letby tentou ainda matar outros seis bebés.

Notícias ao Minuto

13:55 - 18/08/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Homicídio

A enfermeira britânica Lucy Letby, de 33 anos, foi considerada culpada, esta sexta-feira, de assassinar sete bebés e de tentar matar outros seis no Hospital Condessa de Chester, no Reino Unido, onde trabalhava, entre 2015 e 2016.

De acordo com a BBC, o tribunal de Manchester considerou-a culpada dos crimes, após "um dos julgamentos de assassinato mais longos dos últimos tempos", tendo-a condenado pelo assassínio "calculado e a sangue frio" dos bebés prematuros.

A sentença será lida na segunda-feira, mas tudo indica que a enfermeira neonatal, considerada pela BBC a "a maior prolífica assassina de crianças do Reino Unido dos tempos modernos", seja condenada a prisão perpétua.

Entre as vítimas estavam dois irmãos trigémeos, que foram mortos com menos de 24h de diferença, assim como um recém-nascido com menos de 1 kg e uma menina nascida 10 semanas antes do tempo, que foi assassinada à quarta tentativa.

Em tribunal ficou provado que Lucy Letby injetou deliberadamente ar em alguns bebés, outros alimentou à força e dois envenenou com insulina.

A enfermeira era ainda acusada de tentar matar outros quatro bebés, mas foi absolvida nestes casos.

Os pais das vítimas estiveram presentes ao longo dos vários dias de julgamento, que durou mais de 100 horas.

Leia Também: Homem que matou mulher e filhas é agora religioso e tem várias "amigas"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório