Meteorologia

  • 16 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 26º

EUA. Ex-padre condenado a 25 anos de prisão por drogar e molestar homens

Um ex-padre católico do estado norte-americano do Louisiana foi condenado a 25 anos de prisão por drogar e molestar 17 homens que conheceu numa zona turística da cidade de Nova Orleães.

EUA. Ex-padre condenado a 25 anos de prisão por drogar e molestar homens
Notícias ao Minuto

22:04 - 09/07/23 por Lusa

Mundo EUA

Stephen Sauer, de 61 anos, escolhia o Bairro Francês de Nova Orleães para encontrar pessoas aparentemente alcoolizadas, perdidas ou a precisar de ajuda, revelou o promotor distrital da paróquia de Jefferson, Paul Connick, em entrevista à estação de televisão de Nova Orleans, WVUE-TV.

Os crimes, de que Sauer se declarou culpado, ocorreram entre 2019 e 2021 e muitas das vítimas não eram turistas, segundo Paul Connick, citado pela agência de notícias Associated Press (AP).

A investigação começou em 2021 depois de Sauer ter mandado arranjar o seu computador numa empresa em Nova Iorque, onde um técnico encontrou centenas de imagens que lhe pareceram revelar crimes de agressão sexual.

Alertadas, as autoridades policiais de Nova Iorque determinaram que as imagens fossem retiradas do computador e notificaram o xerife de Jefferson.

Segundo o procurador, Sauer colocava estupefacientes nas bebidas dos homens ou dava-lhes drogas que induziam o sono e, depois de desmaiarem, levava-os para sua casa, num subúrbio de Nova Orleães.

Em casa, fotografava ou filmava os homens inconscientes, sendo que alguns deles acabaram por ser molestados.

A investigação descobriu ainda que Sauer partilhava as imagens num sítio Web ou por correio eletrónico.

Sauer assumiu ter cometido 13 crimes de agressão sexual, nove violações em terceiro grau, entre outros crimes menos graves (17 acusações de 'voyeurismo' em vídeo e 16 acusações de posse de drogas sem receita médica).

A juíza aplicou a Sauer uma pena de 25 anos, ordenou que se registasse como agressor sexual e proibiu-o de contactar 12 das vítimas.

Leia Também: Patriarcado de Lisboa promove programa de formação para prevenir abusos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório