Meteorologia

  • 23 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 24º

Elisa Ferreira salienta caráter não elitista do Novo Bauhaus Europeu

A comissária europeia da Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, salientou hoje, em Bruxelas, o caráter não elitista dos projetos do Novo Bauhaus Europeu, que tem seis finalistas portugueses entre 61 nomeados.

Elisa Ferreira salienta caráter não elitista do Novo Bauhaus Europeu
Notícias ao Minuto

15:32 - 22/06/23 por Lusa

Mundo Europa

Em declarações aos jornalistas em Bruxelas, a responsável disse que se apenas se falar que "é preciso ter cuidado com o clima e com o 'verde', as pessoas não percebem" do que se está a falar.

"Mas se virmos que um bairro social fica todo requalificado, que melhora completamente a qualidade de vida das pessoas, e que fica bonito, que o jardim e o pátio onde os miúdos brincam fica com melhor qualidade, as pessoas sentem no concreto que aquilo é qualidade de vida, à sua escala", argumentou a responsável portuguesa do executivo europeu.

Elisa Ferreira salientou que o principal é "este princípio, ser inclusivo, isto é, não ser um projeto de elite".

"Ser fácil de reproduzir noutras zonas, ser sustentável em termos ambientais, mas também tem de ser sustentável economicamente", prosseguiu, frisando a importância destas características também para projetos em Portugal.

A comissária europeia falava aos jornalistas antes do início da cerimónia de divulgação dos prémios Novo Bauhaus Europeu, em Bruxelas.

Elisa Ferreira vincou que não se trata de "ir buscar o arquiteto mais sofisticado que faz uma coisa que é espantosa", mas sim "de coisas simples, do quotidiano, e que beneficiem a vida de toda a gente", principalmente "das pessoas que têm menos rendimentos e que talvez por isso até precisem que lhes seja oferecida uma melhor qualidade de vida".

Assim, numa referência aos valores monetários dos prémios Novo Bauhaus Europeu, que podem ir até 30 mil euros, reconheceu que podem ser "simbólicos", mas "para um jovem, a propósito de uma ideia, é uma coisa que conta".

Seis projetos nacionais finalistas do prémio Novo Bauhaus Europeu sabem hoje se os galardões criados em 2021 pela Comissão Europeia vêm para Portugal, numa cerimónia em Bruxelas na qual estão nomeados para duas categorias.

Em causa estão projetos sediados, criados ou a implementar em Braga, Fundão (distrito de Castelo Branco), Santarém, Lisboa, Sesimbra (distrito de Setúbal) e Odemira (distrito de Beja), nomeados em duas categorias.

Os galardões Novo Bauhaus Europeu visam distinguir projetos ambientais, económicos e culturais que combinem sustentabilidade, acessibilidade de preços e investimento, para enquadrar a transição climática e a mudança cultural, como propõe o Pacto Ecológico Europeu, tendo este ano sido selecionados 61 finalistas.

Leia Também: Livro para crianças cegas nomeado para o prémio Novo Bauhaus Europeu

Recomendados para si

;
Campo obrigatório