Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 21º

Submarino. Passageiros sentam-se no chão e a casa de banho não tem porta

O interior é simples, com apenas um botão e uma tela na parede, e as operações da embarcação são executadas através de um comando de videojogos. 

Submarino. Passageiros sentam-se no chão e a casa de banho não tem porta

O submersível desaparecido no domingo é uma pequena embarcação projetada para acomodar apenas cinco pessoas e tem capacidade de oxigénio para fazer duas horas a descer, várias horas a explorar o Titanic e duas horas para voltar à superfície.

No ano passado, o fundador da operadora de turismo OceanGate Expeditions mostrou a uma equipa da CBS o interior de um submersível usado para visitar os destroços do Titanic.

O vídeo mostra uma pequena câmara, com quase tanto espaço como uma carrinha monovolume.

Não há cadeiras, os passageiros sentam-se de pernas cruzadas no chão, tendo tirado os sapatos antes de entrar.

O interior é simples, com apenas um botão e uma tela na parede, e as operações da embarcação são executadas com um comando de videojogos

Segundo a CNN, há apenas uma pequena casa de banho no parte dianteira da embarcação, que "funciona como o melhor assento da casa", de acordo com a página da OceanGate que foi entretanto desativada. Quando a casa de banho está a ser utilizada, é colocada uma cortina de privacidade "e aumentam a música".

É ainda recomendável que os passageiros restrinjam a sua dieta antes e durante o mergulho "para reduzir a probabilidade de precisar usar" a casa de banho. 

O submersível tinha uma reserva de oxigénio para quatro dias quando se fez ao mar, na manhã de domingo, segundo David Concannon, conselheiro da OceanGate Expeditions, que supervisionou a missão.

A comunicação perdeu-se quando a embarcação estava a cerca de 700 quilómetros a sul de St. John's, capital e a maior cidade da província canadiana de Newfoundland and Labrador, segundo o Centro de Coordenação de Salvamento Conjunto do Canadá, citado pela agência de notícias norte-americana Associated Press.

Na terça-feira, França anunciou que o instituto Ifremer de ciências oceânicas enviou um navio, o Atalante, equipado com um robô subaquático, o Victor 6.000, para procurar o submersível.

O Victor 6.000 deve chegar ao seu destino hoje e mergulhar até uma profundidade de cerca de 4.000 metros para realizar operações de busca.

Os restos do Titanic - que afundou após colidir com um icebergue, em 1912 - estão a uma profundidade de cerca de 3.800 metros e a uma distância de aproximadamente 640 quilómetros a sul da ilha canadiana de Newfoundland.

Leia Também: AO MINUTO: Detetados sons subaquáticos; Oxigénio acaba quinta de manhã

Recomendados para si

;
Campo obrigatório